Igreja Batista Fundamentalista Cristo é Vida

Bíblia Online

[ cristoevida.com ]

  • youtube
  • Instagram
  • twitter

Artigos

IGREJA BATISTA FUNDAMENTALISTA CRISTO É VIDA
www.cristoevida.com


Daniel - Um Testemunho que nos Comove

Daniel capítulo 6


» Carta Missionária Família Aquino em Santa Catarina


Poderíamos hoje imaginar que o bom exemplo de um político nos causaria vergonha e comoção comparando-o com a nossa vida e testemunho?

As Escrituras relatam a vida de Daniel exilado na Babilônia, foi retirado à força de sua nobre família em Judá, talvez aos 15 anos de idade, e foi levado cativo, lá ele passou por um processo de imersão na cultura babilônica que tinha a finalidade de prepará-lo para a tarefa de servir de mediador com os judeus que haviam sido levados também para lá.
Ali ele passou o restante da sua longa vida (85 anos ou mais), foi bem sucedido em exaltar a Deus pelo seu caráter e fidelidade. Foi elevado ao posto de estadista e serviu como confidente de reis bem como profeta em dois impérios mundiais: Babilônico e Medo-Persa.
O que o livro de Apocalipse representa para o Novo Testamento em termos de profecia e literatura apocalíptica, o livro de Daniel representa para o Antigo Testamento. O livro de Daniel cobre todos os 70 anos do cativeiro babilônico.
Daniel é mencionado como alguém justo e sábio em Ezequiel 28:3, e é citado na epístola aos hebreus com um dentre os "profetas, dos quais, por meio da fé... fecharam a boca de leões".

Vamos nos deter no capítulo 6 de Daniel e tirar lições de testemunho de sua vida.

Parafraseando o capítulo:
vs. 1-2 - Dario constitui administradores e sobre eles três presidentes, dos quais um era Daniel para ajudá-lo no seu governo.
vs. 3 - Daniel sobrepujou a todos e o rei pensou em dar-lhe poder sobre todos.
vs. 4-5 - Os sátrapas e presidentes demonstram cíumes pelo destaque de Daniel e procuram alguma falta nele.
vs. 6-9 - Eles tramam formalmente uma lei para pegar Daniel e o rei ingenuamente a sanciona.
vs. 10 - A reação de Daniel - ORAÇÃO.
(Para Daniel o seu relacionamento e obediência a Deus era mais importante que sua própria vida)
vs. 11-13 - Os adversários de Daniel usam sua trama contra Daniel e requerem do rei sua punição.
vs. 14 - O rei lamenta o ocorrido e tenta livrar a Daniel.
vs. 15 - Os adversários políticos de Daniel pressionam o rei para executar a lei sobre Daniel.
vs. 16-17 - O rei executa a sentença sobre Daniel.
vs. 18 - O rei jejua a favor de Daniel e não dorme.
vs. 19-20 - O rei cedo vai a cova na esperança de encontrar Daniel vivo.
vs. 21-22 - Daniel saúda o rei e declara o livramento do Senhor.
vs. 23-24 - O rei alegra-se pelo livramento de Daniel e manda lançar na cova os seus acusadores com suas famílias.
(As decisões que tomamos afetam diretamente a nossa família)
vs. 25-27 - O rei fez um decreto para que os todos homens em toda a terra tremessem e temessem perante o soberano Deus de Daniel.
vs. 28 - Daniel continuou prosperando.


A REAÇÃO DE DANIEL
Daniel 6:10


I - Daniel não usou de subterfúgio - vs. 10a
"Daniel, pois, quando soube que o edito estava assinado"
Subterfúgio: Pretexto para evitar uma dificuldade.
Ele tinha integridade. Certamente Daniel sabia de tal armação política, ele era inteligente e poderoso, mas não usou seu poder e influência política para intervir sobre isso.

II - Daniel foi para sua casa - vs. 10b
"entrou em sua casa (ora havia no seu quarto janelas abertas do lado de Jerusalém)"
Diante do problema Daniel foi para sua casa onde havia um lugar preparado para sua adoração.
Muitos nessa situação fogem para outros lugares ou se refugiam em desilusões desse mundo.
A adoração pessoal nos leva a uma adoração coletiva.

III - Daniel era homem de oração - vs. 10c
"e três vezes no dia se punha de joelhos, e orava, e dava graças diante do seu Deus, como também antes costumava fazer."
Isso faz TODA diferença!
1) Humilhou-se perante Deus
2) Demonstrou gratidão a Deus
- 1 Pedro 4:12-14 e Romanos 8:17-18
Só quem tem intimidade com o Senhor sabe e sente confiança nisto!
3) Esse era seu costume (hábito)

Aplicação
O melhor momento de aprendermos não é quando estamos em crise, mas quando tudo anda bem.
Participar da EBD é o momento que aprendemos e nos preparamos melhor para vida.


Esta mensagem foi dada nas Igrejas Batista Bíblica em São Lourenço do Oeste (16/10), em Penha (20/11) e em Floripa (23/11).


---------------------
CARTA-MISSIONÁRIA

Família Aquino em Floripa - SC


Família Aquino em Santa Catarina

No próximo dia 30 de novembro fará 90 dias que nos despedimos dos irmãos e chegamos em Florianópolis-SC. Após alguns contratempos da viagem (4.500 km), já resolvidos, fomos bem recebidos e logo nos estabelecemos, alugamos um apartamento e compramos a mobília. O Roberto continua indo bem no Figueirense treinando de segunda a sábado e jogando.

No momento estão se preparando para as competições do próximo ano. O Levi também ingressou no clube e aos poucos está conquistando o seu espaço. Temos estado constantemente juntos dos atletas evangelizando e levando-os para igreja. Obtivemos uma resposta positiva para usarmos o espaço de uma capela dentro do clube onde realizaremos estudos bíblicos e com isso alcançarmos mais de 100 jovens que moram no clube, quatro já se converteram, três atletas e um funcionário.

A Glaudiane assumiu um Espaço Vida Saudável (EVS), um local onde servimos nutrição da Herbalife; este EVS tem servido de bons contatos de trabalho que tenho prestado como designer e também tem servido como oportunidade de evangelismo, um casal já se converteu e estamos evangelizando outro que estava em crise.

Nossa participação na igreja tem sido intensa, já preguei na EBD e na mocidade, no mês passado fui para São Lourenço do Oeste, a 613 km da capital, prestar apoio a uma igreja que está sem pastor, levei três mensagens. Neste mês me enviaram para pregar em outra igreja a 107 km, em Piçarras num Centro de Recuperação e em Penha onde fica a igreja, nesta cidade é onde fica o parque temático Beto Carrero.

Lá um casal se converteu, estavam na igreja desde agosto e eram vindos de uma igreja Presbiteriana, mas percebemos que eles nunca tinham feito uma decisão por Jesus, então os confrontamos e eles entenderam. Também temos ajudado na reestruturação do Instituto Bíblico para o próximo ano na Igreja Batista Bíblica em Florianópolis, onde congregamos, temos realizado discipulado de novos irmãos, aconselhamento e fortalecimento de casais. A Glaudiane juntamente com a esposa do pastor assistente deram um estudo para as jovens sobre "Quem ama espera" com o tema "Sexo - Por que esperar até o casamento?", retirado do Informissões 848.

Amados irmãos quero dar-lhes testemunho de como fomos abençoados em ter vivido esses 20 anos de vida cristã numa igreja como a nossa que prega e ensina bem a doutrina bíblica e onde há muitas atividades e uma liderança e organização eclesiástica bem constituída. Tenho o coração grato a Deus pelo convívio que tive com os irmãos e em especial com o Pr. Nogueira, mesmo em meio as lutas, mas foram momentos de grande aprendizado e firmeza.

Apesar da igreja aqui ser conservadora e fundamentalista há muitas diferenças das igrejas do nordeste, há necessidades na organização eclesiástica, na visão sobre missões e promessa de fé, no preparo dos jovens e pureza, no ensino profundo de doutrinas bíblicas e no relacionamento conjugal.

Essas são algumas das necessidades que vemos aqui com a proximidade que temos tido com a liderança pastoral. Acredito que Deus tem nos guiado e trazido até aqui para sermos canal de ensino, fortalecimento e bênçãos para a igreja e com isso também temos sido abençoados. Confesso que nos últimos anos eu sentia o chamado de Deus para ser usado por Ele na edificação de Sua igreja e salvação de almas, me sentia como quem já tinha recebido muito e que já era hora de dar-se para ensinar e evangelizar mais, me sentia preparado pela igreja e desafiado pelo chamado de Deus.


Eu sei que há necessidade do evangelho em todo lugar do mundo, mas as igrejas daqui do sul e as pessoas estão sedentas de ensino e salvação.

Pedidos de Oração
1) Nossos negócios e trabalho, sustento.
2) Nosso envolvimento e influência na igreja. O pastor tem percebido a necessidade e se colocado acessível às melhorias.
3) Sabedoria no espaço cedido no Figueirense para fazermos estudos bíblicos com os jovens atletas.
4) Campo missionário: visão, chamado e envio pela Igreja.
5) Pelos piás (menino aqui), crescimento e treinos.

Alexandre Aquino e família, Florianópolis-SC, 22/11/11.

 

 

 

 

 

 


Alexandre Aquino


2011-11-22 00:00:00

TV Cristo é Vida - Ao Vivo aos Domingo
Israel 2018

© IBFCV • Igreja Batista Fundamentalista Cristo é Vida

Avenida K, nº 911 - Planalto da Barra - Vila Velha - Fortaleza - Ceará - Brasil - CEP 60348-530 - Telefone: +55 85 3286-3330