Igreja Batista Fundamentalista Cristo é Vida

Bíblia Online

[ cristoevida.com ]

  • youtube
  • Instagram
  • twitter

Artigos

IGREJA BATISTA FUNDAMENTALISTA CRISTO É VIDA
www.cristoevida.com


TRAGÉDIA. No que pensar...

Lucas 13:4-5


 Tragédia em Santa Maria / RS

 

Quando falamos "NO QUE PENSAR" diante de uma
tragédia como essas, a maior em 50 anos no Brasil, não queremos, como crentes, apenas falar de conforto às família, mas fazer uma reflexão sobre como Deus e as Escrituras nos alertam sobre fatos de tamanha tragédia.

 


TORRE DE SILOÉ

E aqueles dezoito, sobre os quaiscaiu a torre de Siloé e os matou, cuidais que foram mais culpados do que todosquantos homens habitam em Jerusalém? Não, vos digo; antes, se não vosarrependerdes, todos de igual modo perecereis.

Lucas13:4-5

Tragédia em Santa Maria / RS - Enterreo coletivo das vítimas
Queremos e devemos buscar agradar aDeus e não a homens, com isso seremos verdadeiros e não estaremos nos enganandoa nós mesmos.

Nãodevemos, portanto, enxergar o mundo em nossa volta sem as lentes das Escriturase ver essa realidade atravez dessas lentes trará muita antipatia.


O Brasilinteiro ficou consternado com o que aconteceu na semana passada em Santa Maria,RS. O país chorou ao ver o intenso sofrimento dos mais de 330 jovens quemorreram e a cada dia noticia-se o aumento de mortes entre os que ficaraminternados, vítimas do fogo e do gás tóxico. A comunidade internacional tambémse mostrou imensamente sensibilizada. Os principais jornais do mundo noticiarama tragédia e celebridades prestaram condolências às famílias das vítimas.


Passada acomoção inicial, começam a surgir as diferentes formas de consideração dosfatos. Autoridades e advogados se concentram na busca de bodes expiatórios,políticos oportunistas se manifestam, conservadores criticam a forma de lazerdojovem moderno, a mídia faz seu papel sensacionalista e os demagogosfalam em prestar homenagens às vítimas e até em construir um memorial no localda tragédia.


Homenagem?Memorial?
São empropostas desse tipo que quero me concentrar, pois quando aplicadas ao caso emquestão, elas conflitam frontalmente com a concepção cristã acerca dastragédias. Deixem-me explicar. Incêndios acontecem em qualquer lugar: emconventos e em prostíbulos; em creches e em prisões; em igrejas e em boates.Quando acontece um terremoto, uma inundação ou a queda de um avião, todo mundomorre, tanto as crianças quanto os adultos, tanto os bons quanto os maus, tantoos honestos quanto os políticos. Isso faz com que a experiência da tragédiamuitas vezes pareça injusta. De fato, não há nada mais imparcial nesta vida doque as catástrofes, o que torna impossível associá-las indiscriminadamente como castigo de Deus, como costumam fazer alguns cristãos de cara feia.


Porém, a Bíblia fornece base sim para que, emalguns casos, a tragédia seja interpretada como o justo juízo de Deus contrapessoas que desprezam o conhecimento dele, vivem para comer, beber e farrear,entregam-se à imoralidade, ao vício e ao pecado e se insurgem contra qualquerensino que procede da Palavra de Deus.


É isso oque se deduz das palavras de Jesus registradas em Lucas 13.4-5 e que encabeçameste artigo. Nesse texto, o Senhor se refere ao desmoronamento de uma torre queocorrera provavelmente durante os trabalhos de melhoria do suprimento de águaem Jerusalém. Dezoito trabalhadores pereceram no acidente e Jesus, ao comentara catástrofe, enfatizou que ela era apenas uma pequena amostra do queaconteceria com todos os seus ouvintes caso não se arrependessem da vida depecado, hipocrisia e indiferença espiritual em que viviam.


Eu nunca entrei numa boate, masimagino que o que acontece lá dentro esteja muito longe de merecer homenagens ememoriais. Imagino que a grande maioria das pessoas que frequentam esseslugares tem verdadeiro horror de palavras como Deus, Jesus, cristão, igreja,evangelho, cruz, arrependimento, santidade, fé e adoração. Creio assim que,do ponto de vista divino, dificilmente elas seriam merecedoras de homenagens oumemoriais.


Não quero, portanto, mostar-me frioo bastante e não condoer-me com os familiares nesse momento de dor. Lamento asmortes, mas não podemos deixá-los no engano de que a situação em que essesjovens morreram sejam dignas de homenagem ao invés de lamento pela situação emque encontravam-se. A Bíblia nos alerta que o salário do pecado é a morte, eesta é a maior evidência de sua veracidade, pois todos morremos. Deve-se,portanto, buscar os responsáveis pelo evento e encriminá-los, assim comodeve-se os responsáveis por cada jovem fazer um reflexão quanto as permissõesem que criaram aqueles jovens. Há uma história que um pai proibiu o seu filhode ir nessa festa, nesse dia, e que o filho ficou chateado, mas consternadoobedeceu.
(Fonte: http://noticias.terra.com.br/brasil/cidades/tragedia-em-santa-maria/rs-jovem-diz-que-escapou-da-morte-porque-pai-o-proibiu-de-sair,6a23fa50fae7c310VgnVCM5000009ccceb0aRCRD.html)

Lembro do que diz o quintomandamento em Êxodo, capítulo 20, verso 12: “Honra a teu pai e a tua mãe,para que se prolonguem os teus dias na terra que o Senhor teu Deus te dá.”

Com base na Santa Escritura, creio ainda que, assim comoa queda da torre de Siloé foi usada por Jesus como um alerta para os habitantesrebeldes de Jerusalém, os trágicos e tristes episódios que ocorreram na BoateKiss devem servir de alerta para todas as pessoas do Brasil e do mundoacerca do juízo de Deus que um dia virá sobre aqueles que o desprezam(Mateus 24:37-39; 2 Tessalonicenses 1:8-10).

Penso que, sob todos esses aspectos,torna-se hoje muito atual e urgente o velho apelo que o profeta Isaías dirigiuaos incrédulos dos seus dias: “Busquem o Senhor enquanto é possível achá-lo;clamem por ele enquanto está perto. Que o ímpio abandone o seu caminho, e ohomem mau, os seus pensamentos. Volte-se ele para o Senhor, que terámisericórdia dele; volte-se para o nosso Deus, pois ele dá de bom grado o seuperdão.” (Isaías 55:6-7).

________________________________________________

  Alexandre Aquino

Texto adaptado do artigo feito pelo Pr. MarcosGranconato.


Alexandre Aquino


2013-02-09 00:00:00

TV Cristo é Vida - Ao Vivo aos Domingo
Israel 2018

© IBFCV • Igreja Batista Fundamentalista Cristo é Vida

Avenida K, nº 911 - Planalto da Barra - Vila Velha - Fortaleza - Ceará - Brasil - CEP 60348-530 - Telefone: +55 85 3286-3330