Igreja Batista Fundamentalista Cristo é Vida

Bíblia Online

[ cristoevida.com ]

  • youtube
  • Instagram
  • twitter

Artigos

IGREJA BATISTA FUNDAMENTALISTA CRISTO É VIDA
www.cristoevida.com


Alerta:Epidemia por prática sexual perigosa

J. Matt Barber


Esclarecimento do Pr. José Nogueira

Há assuntos que, por mais que queiramos evitar – por ser desagradáveis e polêmicos, temos que parar um pouco e forçosamente refletir. Por serem geralmente difundidos por incrédulos e pessoas interessadas em propagar coisas más (como o comércio pornográfico), tais assuntos são apresentados de forma errada, em versões que não correspondem à verdade e com argumentações falsas, de maneira que os que querem realmente saber a verdade ficam sem os dados corretos e opiniões verdadeiramente científicas. O meu objetivo em trazer os dois materiais abaixo é fornecer com fatos aos que sinceramente querem entender o assunto e ter uma opinião correta. Reflita, ore e compartilhe – você estará salvando vidas preciosas.

 

Pr. José Nogueira -  www.cristoevida.com

Obs. As partes do texto em itálicosão adendos meus e adaptações para tornar mais compreensível aos leitoresbrasileiros, pois o texto foi escrito em inglês para o público americano.

 

Dá parasentir um pouco de pena de Amanda Beck. Ela é a jornalista do serviço noticiosoReuters que estava entre os primeiros a cobrir um novo estudo conduzido porpesquisadores da Universidade da Califórnia, San Francisco, que alertava acercade um surto de uma variante perigosa, resistente a antibióticos e potencialmente mortal de infecção estafilococaafligindo certos segmentos da comunidade homossexual.

 

Emborasurtos de MRSA (Staphylococcus aureus resistente à meticilina) tenham sidoconfinados principalmente aos hospitais no passado, o estudo apurou que, devidoa “condutas de alto rico” de fora dos hospitais — tais como “sexo anal” —homens que têm sexo com homens agora têm uma probabilidade 13 vezes maior decontrair a infecção.

 

Pelo fato deque essa variante específica pode ser transmitida por meio de contato de pele,os pesquisadores temem que o surto “tenha o potencial para disseminaçãonacional rápida” e se espalhará para “a população geral”. Com a disseminação,eles dizem que será “impossível detê-la”.

 

As notíciasiniciais de alguns nos principais meios de comunicação, inclusive o The NewYork Times, eram suficientemente precisas e equilibradas. Essas notíciassuperficialmente tratavam os dados lúcidos e as conclusões válidas do estudo.

 

Mas tudo isso mudou rapidamente.   

 

Entenda: sópelo simples fato de noticiarem esse estudo, Amanda Beck e outros jornalistasda mídia se desviaram do script (que éimposto na imprensa: não se deve noticiar os males e perigos da práticahomossexual). Eles quebraram as regras. E ao fazerem isso, eles realmenteirritaram o gorila ativista homossexual de 250 quilos no trono da mídia.

 

Eis ondeAmanda errou. Ela de modo objetivo forneceu informações científicas ao públicoque retratam negativamente a conduta homossexual de “alto risco”. Ela forneceuàs pessoas um confiável estudo médico que ressalta as consequências potenciaisde um estilo de vida demonstravelmente perigoso e desesperadamente vazio.

 

Ela ousounoticiar as descobertas genuínas do estudocientífico e, por causa disso, Amanda Beck e outros jornalistas  serão condenados sem dúvida alguma a trabalhar em seções sem importância dosjornais – como punição e como “treinamento” obrigatório até que aprendam a “mudarsuas mentalidades”.

 

O Dr. BinhDiep, o pesquisador que dirigiu o estudo, declarou para Reuters: “Logo quealcançar a população geral, será verdadeiramente impossível detê-lo… Achamosque se propaga por meio da atividade sexual”.

 

E aí começaram os problemas.

 

Agora vem orecuo: “Gente, vamos para outro assunto, pois não há nada de importante nessaquestão do surto”, parecia sugerir o The New York Time, Newsweek e outraspublicações. Eles não esqueceram osgrupos homossexuais de pressão nos bastidores.

 

Seguindo aliderança de ativistas gays, os meios de comunicação desesperadamente seatropelaram para mudar o assunto, preferindo usar a estratégia de ofender eacusar quem trouxe as notícias desagradáveis. Os pesquisadores que conduziram oestudo foram até atacados, e tentativasforam feitas de dizer que entidades conservadores é que estavam associando asconclusões dos estudos às “condutas de elevado risco”. Tudo isso para formar umsurto de confusão e desinformação.

 

Título original: MRSA Outbreak Among ‘Gays’ — Let theWhitewash Begin (http://townhall.com/columnists/mattbarber/2008/01/24/mrsa_outbreak_among_gays-_let_the_whitewash_begin/page/full/ )


Pr. José Nogueira


2013-08-31 00:00:00

TV Cristo é Vida - Ao Vivo aos Domingo
Israel 2018

© IBFCV • Igreja Batista Fundamentalista Cristo é Vida

Avenida K, nº 911 - Planalto da Barra - Vila Velha - Fortaleza - Ceará - Brasil - CEP 60348-530 - Telefone: +55 85 3286-3330