Igreja Batista Fundamentalista Cristo é Vida

Bíblia Online

[ cristoevida.com ]

  • youtube
  • Instagram
  • twitter

Artigos

IGREJA BATISTA FUNDAMENTALISTA CRISTO É VIDA
www.cristoevida.com


Sermão de Formatura - Geografia UECE 2005.2

Êxodo 35:30 - 36:1


Prezados Concludentes do Curso de Geografia:

Gostaria de começar lendo o texto bíblico de Êxodo 35: 30 a 36:1.

O SENHOR Deus estava dando as instruções ao povo de Israel para que eles construíssem o Tabernáculo – o lugar de adoração a Deus. Até aqui muitas coisas já tinham sido providenciadas pelo SENHOR, como o tempo apropriado, o local, os recursos e a planta com todos os detalhes. Porém, o Tabernáculo, como templo, tinha que ter beleza além de funcionalidade. E para unir essas duas características era preciso de arte!

No texto que lemos, encontramos o SENHOR Deus também providenciando Bezalel para liderar a manufaturação da parte artística do Tabernáculo. Assim temos o "modus operandi" de Deus para fazer algo especial utilizando-se dos Seus servos.

Vocês são também, de forma geral, parte de um grande plano de Deus. E que certamente, se vocês entenderem isto e se deixarem ser usados por Deus, serão instrumentos nas mãos de Deus para primeiramente serem abençoados e depois para serem bênçãos aonde quer que o SENHOR Deus os coloque.

Aprendamos que a chamada de Bezalel envolvia CINCO elementos do modo de Deus nos usar:

PRIMEIRO: O CHAMADO – Vs. 30

"Disse Moisés aos filhos de Israel: Eis que o SENHOR chamou pelo nome a Bezalel, filho de Uri, filho de Hur da tribo de Judá"

Deus chamou pelo nome. Deus chama as pessoas pelo nome. Aprendemos isso também com a chamada de Jesus Cristo para que os homens sejam Seus discípulos, em Marcos 3:13-14:

"Depois (Jesus) subiu ao monte e chamou os que Ele Mesmo quis, e vieram para junto dEle. Então designou doze para estarem com Ele e para os enviar a pregar."

No "chamado" de Deus estão sempre presentes três características: Soberania ("Ele chamou os que Ele mesmo quis"); Santidade ("... para junto dEle... e estarem com Ele"); Serviço ("para os enviar a pregar").

SEGUNDO: HABILITAÇÃO – Vs. 31

"E o Espírito de Deus o encheu de habilidade, inteligência e conhecimento, em todo artifício"

O SENHOR Deus chama e provê aos Seus chamados com três coisas indispensáveis:

1 – Habilidade: Capacidade para fazer, destreza para realizar.

A Bíblia Sagrada diz, em Provérbios 22:29, "Vês a um homem perito na sua obra? Perante reis será posto; e não entre a plebe". Use, portanto, a sua habilidade da melhor forma possível. Um homem contou que foi ao oculista. O horário de sua consulta era às 11 horas. Ele chegou às 10 e meia e procurou a atendente. Ela sem levantar o rosto para falar com ele, apenas disse: "O senhor é o das onze! Às 11 horas eu chamo"

Ele ficou indignado, com muita razão. "Das onze" é trem. Ele é gente, é cliente. Tem nome! Deveria ser melhor tratado. Aquela recepcionista não tinha habilidade em sua profissão. Viveria sendo apenas atendente de médico, ou seria despedida muito cedo.

Tenhamos habilidade (capacidade para fazer, destreza para realizar) no exercício de nossa profissão!

2 – Inteligência: Intelecto e conhecimento do que fazer e como fazer.

Procuremos ao SENHOR Deus para fazer as coisas com inteligência. No início do século XX um argentino inventou um tipo de caneta revolucionária. Até então as canetas eram tipo tinteiro, que precisavam ser recarregadas. Ele inventou as esferográficas que traziam um tubinho com tinta e seriam descartáveis. Nenhum empresário se interessou pelo invento. Mas, um francês, chamado BICH, pegou aquela idéia e criou as canetas BIC! Mais de um bilhão de canetas BIC já foram vendidas em todo mundo. Alguém teve inteligência, criatividade, ousadia e foi um sucesso!

3 – Conhecimento: Trata da sabedoria de vida, da praticidade do que se sabe, ou seja, o bom uso do conhecimento.

Qualquer pessoa para ser bem sucedida na vida deve contar com essas três bênçãos do SENHOR.

TERCEIRO: TRABALHO – Vs. 32 – 33

"E para elaborar desenhos e trabalhar em ouro, em prata, em bronze, para lapidação de pedras de engaste, para entalhe de madeira, para toda sorte de lavores".

O SENHOR Deus nos chama e habilita para fazer alguma coisa. E temos que fazer com esforço. Pelé não é o melhor jogador do mundo por acaso. Ele trabalhou muito para isso. Foi o primeiro atleta de futebol a fazer exercícios para ganhar massa muscular. Tinha deficiência em cabeceio. Treinou muito para cabecear a bola com os olhos abertos (tem mais de cem gols de cabeça). Trabalhou muito para aprender a chutar com as duas pernas (uma de cada vez, obviamente). Ele trabalho muito, esforçou-se para ser o melhor!

No caso de Bezalel há um trabalho específico para ele realizar. Ele deveria elaborar desenhos, trabalhar em metais nobres, lapidar pedras e entalhar madeira. Fico a pensar se não é este também o primeiro trabalho que temos pela frente: elaborar planos, trabalhar com virtudes nobres, lapidar nosso caráter e entalhar uma personalidade agradável a Deus e honrosa diante dos homens.

Sejamos uma geração assim: que trabalha com afinco, mas com honestidade e bom caráter.

A Grécia antiga já tinha entrado em decadência. Outrora grande e poderosa, mas no momento a corrupção, o vício e o mau-caratismo estavam minando a nação. Quando o senado grego estava reunido para discutir as causas de sua decadência, um jovem jogou uma maçã podre bem no meio da mesa das reuniões. E explicou que aquela nação podre representava a Grécia – podre e corroída por suas imundícies. Mas, o jovem ao espremer a maçã podre, tirou caroços bons. E disse que aqueles caroços representavam uma nova geração de gregos, que – do meio daquela podridão – brotaria uma nova e boa árvore.

O Brasil precisa disso, queridos formandos!

QUARTO: DISPOSIÇÃO – Vs. 34-35

"Também lhe dispôs o coração para ensinar a outrem, a ele e a Aoliabe, filho de Aisamaque, da tribo de Dã. Encheu-os de habilidade, para fazerem toda obra de mestre até a mais engenhosa, e a do bordador em estofo azul, em púrpura, em carmesim e em linho fino, e a todo tecelão; sim, toda sorte de obra, e a elaborar desenhos."

‘Dispor o coração’ é dar a vontade de fazer. No caso de Bezalel, Deus não apenas lhe deu vontade de fazer como também a de ensinar a outros. O dom de repartir, principalmente, nosso conhecimento, nosso aprendizado da vida e o que temos aprendido com a Palavra de Deus, é uma das maiores evidências de que o que temos tem sido recebido do SENHOR Deus.

Há uma história antiga de uma mãe que tinha três filhos. E todos os três participaram do milagre de Jesus na multiplicações dos cinco pães e dois peixinhos para alimentar cinco mil pessoas. Um dos filhos dela foi o que deu o seu almoço: os cinco pães e os dois peixinhos. Ela perguntou ao primeiro filho sobre o que ele tinha aprendido. Ele respondeu: Mãe, eu aprendi que Jesus tem grande poder!. O segundo respondeu: Mãe, eu aprendi que Jesus tem grande compaixão pelas nossas necessidades. E o terceiro (o que havia dado o seu almoço) respondeu: Mãe, eu aprendi que quando colocamos o que temos nas mãos de Jesus, Ele faz milagre e abençoa uma multidão de pessoas!

QUINTO: DILIGÊNCIA – 36:1

"Assim trabalharam Bezalel e Aoliabe, e todo homem hábil a quem o SENHOR dera habilidade e inteligência para saberem fazer toda obra para o serviço do santuário, segundo a tudo o que o SENHOR havia ordenado"

Diz a Palavra de Deus que "assim trabalharam", "para fazer toda obra" e "segundo a TUDO o que o SENHOR havia ordenado".

Ou seja, foram diligentes. Houve também responsabilidade e fidelidade.

Foi diligência espiritual que Deus exigiu de Josué (Josué 1:7-9).

É diligência que Deus também requer de nós (Provérbios 3:1-8).

Foi Moisés quem escreveu todas essas instruções do SENHOR Deus. E há aqui mais uma maravilhosa lição: Moisés no início de seu chamado por Deus, praticamente resistiu a todos esses ensinos. Deus teve que convencer Moisés, quebrantando seu coração. Moisés aprendeu e adorou ter seu coração quebrantado por Deus.

Quando ouvimos a Palavra de Deus, ficamos responsáveis pelo que ouvimos. Que o SENHOR Deus tenha misericórdia de nós e nos quebrante!


A turma de formandos do Curso Superior em Geografia, da UECE - 2005.2, realizou um Culto de Ações de Graça, no Auditório da UECE - Campus do Itaperi.

Pr. José Nogueira


2006-03-10 00:00:00

TV Cristo é Vida - Ao Vivo aos Domingo
Israel 2018

© IBFCV • Igreja Batista Fundamentalista Cristo é Vida

Avenida K, nº 911 - Planalto da Barra - Vila Velha - Fortaleza - Ceará - Brasil - CEP 60348-530 - Telefone: +55 85 3286-3330