Igreja Batista Fundamentalista Cristo é Vida

Bíblia Online

[ cristoevida.com ]

  • youtube
  • Instagram
  • twitter

Artigos

IGREJA BATISTA FUNDAMENTALISTA CRISTO É VIDA
www.cristoevida.com


Joel, o Dia do SENHOR está perto! Parte V

Joel 2:12-17


IGREJA BATISTA FUNDAMENTALISTA CRISTO É VIDA

Mensagem – Dia 23/05/2010 - PARTE V

 

JOEL - O Dia do SENHOR está perto! (V)

“Multidões, multidões no Vale da Decisão; porque o Dia do SENHOR está perto, no Vale da Decisão. (Joel 3:14)

Profete Joel

Estátua do Profeta Joel – em Quiriate-Jearim, Israel – Foto: Pr. J. Nogueira

 

 

 

 

A Graça do SENHOR – 2:12-17

O Dia do SENHOR está perto (1:15; 2:1 e 3:14), esta é a mensagem de Joel. Como o SENHOR Deus reina sobre o Seu povo e Ele é soberano sobre toda a criação e Suas criaturas, Ele tem o poder e a autoridade para disciplinar Seu povo e de derramar juízo sobre os rebeldes e incrédulos.

O trecho de 2:12 a 17 é uma grande exortação para que o povo de Deus invoque a Graça do SENHOR.

É peculiar em Deus, em Sua Majestade, intimar os povos com uma única opção apenas: Voltar-se para Ele e viver! Pois não há outra opção, fora disso é a morte, é juízo, é condenação – Vs. 12, 13, 14, 16 e 17.

1 – Deuteronômio 30:15-20.

2 – João 3:18-19 e 36.

O convite divino está baseado em Sua graça, no Seu favor imerecido.

O povo vive há muito tempo no ‘ponto’ da disciplina, o mundo rebelde ao SENHOR há muito está maduro para o juízo, logo o Dia do SENHOR está perto. A única solução é clamar pela graça do SENHOR.

A Praga de Gafanhotos foi um aperitivo do Dia do SENHOR escatológico. Aquela disciplina era um sinal do olhar atento e zeloso do SENHOR. Foi uma preparação para o recebimento do convite da graça.

Mas, será que o povo de Judá entendeu isso? Se eles não fizeram a conexão, mas quando o profeta lhes explicou, será que eles entenderam?

Será que nós entendemos?

Percebemos e discernimos os ‘gafanhotos’ que corroeram nossos sonhos, que arruinaram nossa família, que destruíram nosso vigor espiritual, que abalaram a nossa fé?

O ‘Teísmo Aberto’ dos judeus levava que eles racionalizassem os atos de Deus como coincidência, como inevitáveis problemas da vida. Interpretavam como os incrédulos: "são as trapaças da sorte..."

E nós, amados, entendemos os sinais dos gafanhotos?

Na Quarta Dispensação, a Dispensação da Promessa, no Período Patriarcal, Gênesis 12 a Êxodo 19 (veja as mensagem no site www.cristoevida.com , em Koinonia) há uma excelente ilustração dessa verdade. Deus fez uma aliança com Abraão e sua descendência (Gênesis 12:1-9), a aliança era perpétua e incondicional, mas havia a CONDIÇÃO de ser ou não abençoado na aliança. Deus não desfaria a aliança (como não desfez), mas para ser bênção e desfrutar das bênçãos desse Pacto, o povo de Deus precisava obedecer à exigência de Deus: habitar na terra de Canaã. A responsabilidade do povo naquela Dispensação era clara, e eles tinham que obedecer.

Eles falharam. Diante das provações (secas e fomes), eles emigraram para o Egito. Não perderam a ALIANÇA, mas perderam as BÊNÇÃOS. No Egito foram feitos escravos e amargaram a vida.

No Século IX, mais uma vez, há a mesma síndrome. O povo, embora sendo de Deus, ignora o Seu Deus, despreza Seus mandamentos, aliena-se diante de Suas intervenções. E Joel é chamado para tocar o alarme: o Dia do SENHOR está perto. Deus os intima a apelar por Sua graça.

Não é uma ameaça.

É um convite da graça!

O alarme é a infinita misericórdia, vinda do coração de Deus, chamando com Seu amor, antes que o golpe os atinja.

Oremos ao SENHOR, Deus de Israel, a fim de termos compreensão espiritual do que Deus revelou neste texto.

Perguntamos: Como podemos nos voltar para Deus?

O SENHOR Deus, por meio de Joel, nos ensina Sete Coisas a fazer:

I – VOLTANDO-SE PARA DEUS MESMO – VS. 12 A

"Convertei-vos a Mim"

Deus pratica o Seu Próprio princípio: o ofendido busca o ofensor.

Deus é o ofendido, o homem pecou contra Ele, "e se teu irmão pecar contra ti, vai até ele..."(Mateus 18:15)

Deus, o ofendido, repreende o ofensor, e lhe oferece o perdão. Estende a Sua mão para restaurar a comunhão quebrada. Busca para Si.

Deus, o que foi ofendido, busca você, e lhe oferece também o Seu perdão. O convite é para você se voltar para Ele. Chega de religiosidade, de aparência, de superficialidades (os judeus tinham tudo isso).

Mas, o que Deus quer é você!

O povo de Israel por não ouvir a Palavra de Deus os chamando, teve que ouvir o alarme terrível dos gafanhotos. Foi assim no tempo de Amós, lembram-se?

"Deixei-vos de dentes limpos (fome), mesmo assim não vos convertestes a Mim, disse o SENHOR" (Amós 4).

O filho pródigo não escutou o Pai, teve que ouvir os porcos.

É um convite para se voltar para o próprio Deus!

II – VOLTANDO-SE DE VERDADE – VS. 12B

"de todo o vosso coração"

Deus requer sinceridade. Chega de falsidade.

ð Ele abomina quem o adora de boca para fora – Mateus 15:7-9 (nós, fundamentalistas, adoramos o verso 9, mas esquecemos o versículo ).

ð Ele abomina o crente morno – Apocalipse 3:16

ð Ele abomina o que só O adora quando está ferido – Oséias 6:1-4 (Deus acusa-os de conversões insinceras por só se voltarem para Deus durante o aperto, mas logo esqueciam. Então não se voltavam para Deus por causa de Deus, voltavam-se por causa da dor).

ð Nenhum destes sabe o que é voltar-se para Deus de verdade. Pois envolve SERIEDADE!

III – VOLTANDO-SE COM SERIEDADE – Vs. 12 c

"e isso com jejuns, e com choro, e com pranto"

Sabemos que Deus não tolera aparência externa, sem correspondência com o interior. É por isso que impõe seriedade, com em 1:13, que exige tempo de quebrantamento que tome tempo, e não apenas concordância leviana.

Deus conhece o seu coração – João 2:23-25.

Jejum, choro e pranto revelam seriedade, de zelo, de fé na mensagem.

Profetas do A.T. se sensibilizaram, oraram e jejuaram?

Homens de Deus em o N.T. se sensibilizaram, oraram e jejuaram?

Os Reformadores se sensibilizaram, oraram e jejuaram?

Os grandes missionários do Século XIX se sensibilizaram, oraram e jejuaram?

Charles Spurgeon se sensibilizou, e era um homem de oração e jejum?

Sim, tanto buscava ao SENHOR em oração, como jejuava, e conclamava sua igreja a ter o mesmo espírito.

Paulo, disse em 1 Coríntios 14:20, que algumas coisas fôssemos como crianças, e que noutras não fôssemos como crianças.

Sejamos como crianças na pureza.

Mas, não sejamos como as crianças no discernir as coisas. As crianças se distraem com coisas sem importância. Brincam com bolhas de sabão. Ah, quantos crentes estão desperdiçando suas vidas com ‘bolhinhas de sabão’.

Saibamos discernir o que é vital, importante, o que é eterno, e por isso, saberemos usar melhor nossa vida!

IV – VOLTANDO-SE COM DECISÃO E NÃO ESPERANDO EMOÇÕES – Vs. 13a

"E rasgai o vosso coração"

Como está seu coração? Perfeito, arrumado, inteirinho, não é?

Pois, rasgue-o!

Quebre-o!

Porque Deus quer seu coração rasgado, quebrado, amassado!

Assim, pense comigo. Sabe por que não há quebrantamento em seu coração? É porque você não quer!

E o SENHOR diz: Queira! Rasgue seu coração!

O que era rasgar as vestes, no tempo de Joel? Era sinal de quebrantamento, de profunda comoção espiritual. Mas, com o passar do tempo, o sinal passou a ser apenas convencional. Quando as coisas iam mal, quando se era convocado diante da calamidade social, as pessoas rasgavam suas vestes.

Deus diz: Não é disso que Eu estou falando.

Hoje assumimos formas convencionadas para expressar nossa concordância ao chamado de quebrantamento: fechamos os olhos e baixamos a cabeça.

Fechar os olhos seria sinal de concentração, e baixar a cabeça, de humilhação.

Se o pregador pedir, todos fazem. É convencional.

Deus diz: Não é disso que Eu estou falando.

"Rasgai o vosso coração" é uma decisão de querer um quebrantamento. É uma resolução de buscar a Deus, de não satisfazer-se com o convencional. Aí é onde entra a importância do jejum. Cante: Hoje é tempo de louvar a Deus, em nós agora habita o Seu Espírito, então é só cantar, e a Cristo exaltar, e Sua glória encherá este lugar...!

O que aprendemos com o Salmo 51:17?

E o que aprendemos Isaías 57:15?

Dobrem seus joelhos, rasguem seus corações, assim diz o SENHOR Deus.

V – VOLTANDO-SE POR CAUSA DE DEUS – ELE É GRACIOSO – Vs. 13b e 14

"e convertei-vos ao SENHOR vosso Deus;

porque Ele é misericordioso, e compassivo, e tardio em irar-Se,

e grande em benignidade, e Se arrepende do mal"

1 – Ele é Misericordioso!

Ele não nos dá o que nós merecemos. Aleluia!

2 – Ele é Compassivo!

Sabe sentir o que sentimos, compreende-nos, tem compaixão de nós!

"Visto que temos um grande sumo sacerdote, Jesus, Filho de Deus, que penetrou nos céus, retenhamos firmemente a nossa confissão.

Porque não temos um sumo sacerdote que não possa compadecer-se das nossas fraquezas; porém, um que, como nós, em tudo foi tentado, mas sem pecado.

Cheguemos, pois, com confiança ao trono da graça, para que possamos alcançar misericórdia e achar graça, a fim de sermos ajudados em tempo oportuno."

Hebreus 4:14-16

3 – Ele é Tardio em Irar-se!

Já pensou se Deus nos disciplinasse todas às vezes que pecássemos e assim que desobedecêssemos? Amém por Ele ser paciente!

4 – Ele é Grande em Benignidade!

Ele nos trata com bondade. Jesus nos convidou para esse relacionamento, no "Vinde a Mim, todos que estais cansados e sobrecarregados, e Eu vos aliviarei..."

5 – Ele é Restaurador!

Arrepender-se, quando usado para Deus, trata-se de uma linguagem antripormórfica (dar forma ou sentimentos e qualidades humanas a Deus a fim de que possamos entender o infinito que transcende o finito, o limitado e temporal). Significa que a DISCIPLINA era CONDICIONAL. Se o povo se voltasse para o SENHOR, Ele cessaria ou não enviaria a disciplina, e, além disso, abençoaria grandemente Seu povo.

ð Como Jó, em Jó 42:10.

ð Como a sunamita, em 2 Reis 8:1-6.

VI – VOLTANDO-SE JUNTAMENTE COM O POVO DE DEUS – Vs. 15 a 17

O alarme era para todo o povo ouvir. Os quebrantamentos pessoais deveriam desencadear uma reação em candeia, atingindo o povo todo.

1 – Toquem o Shoffar! Vs. 15 (chamem o povo todo)

2 –Congreguem-se todos - Vs. 16

3 - Quebrantem-se todos! Vs. 17

4 – Intercedam uns pelos outros! Vs. 17b

O pecado era problema de todo o povo. Por isso todos eram intimados, do maior ao menor, dos sacerdotes que estavam na regência de Joás, até as crianças, os jovens, todos!

Porque o pecado é destrutivo. Viver em pecado é suicídio, é autofagia...

Deus havia dito tantas vezes que com o povo em pecado Ele não iria.

Deus havia ensinado que em pecado eles seriam derrotados pelos inimigos.

Portanto, todos deveriam envolver-se na volta ao SENHOR.

VII – VOLTANDO-SE AGORA – Vs. 12

"Ainda assim, agora mesmo diz o SENHOR:

Convertei-vos a mim de todo o vosso coração"

Olhemos para aquele exato momento de Israel: os gafanhotos acabaram com a economia, trouxeram a fome, impediram os cultos no Templo. Eles estão falidos, mas AINDA ASSIM estão vivos.

Contudo, os exércitos assírios estão vindo. E com eles, a morte aterradora. Não ficará pedra sobre pedra. Soldados serão derrotados e mortos, as mulheres serão violentadas e assassinadas, as crianças serão cruelmente mortas.

AINDA ASSIM, AGORA MESMO diz o SENHOR: Convertei-vos a MIM...

Estava perto o DIA DO SENHOR, mas, mais perto ainda estava a GRAÇA DO SENHOR. Sim, AGORA MESMO!

Faraó recusou o arrependimento e o humilhar-se perante o SENHOR, deixando para amanhã... Êxodo 8:8-10.

Passou a noite "engolindo sapos" e arruinou sua família e sua nação.

Hoje é o tempo de voltar-se para Deus!


Pr. José Nogueira


2010-05-23 00:00:00

TV Cristo é Vida - Ao Vivo aos Domingo
Israel 2018

© IBFCV • Igreja Batista Fundamentalista Cristo é Vida

Avenida K, nº 911 - Planalto da Barra - Vila Velha - Fortaleza - Ceará - Brasil - CEP 60348-530 - Telefone: +55 85 3286-3330