Igreja Batista Fundamentalista Cristo é Vida

Bíblia Online

[ cristoevida.com ]

  • youtube
  • Instagram
  • twitter

Koinonia
Reunião de Estudo Bíblico e Oração

A Vida de Moisés



IGREJA BATISTA FUNDAMENTALISTA CRISTO É VIDA
www.cristoevida.com


KOINONIA 27/09/2016

A Vida de Moisés

Êxodos 2:5-9


Pr. Bruno Magalhães


Em nossa última lição nos vimos um pouco sobre a fascinante vida de José, vimos inicialmente sobre os diferentes sentimentos que suas famílias tinham por ele, o amor e a predileção de seu pai, a inveja, o ódio de seus irmãos, vimos a trama que seus irmãos fizeram para destrui-lo que o levou ao Egito.

Observamos também a firmeza de caráter de José que independentemente de onde ele estivesse, na casa de seu senhor ou na prisão ele sempre se mantinha integro e fiel a seu DEUS.

E por fim, vimos como DEUS agiu em sua vida fazendo com que ele interpretasse o sonho de Faraó que por causa disso o colocou no comando de tudo.

 Fizemos também uma pequena aplicação com três colocações

1- Não existe idade para ser usado por DEUS.

2- Independente de qualquer situação, DEUS está no controle.

3-Precisamos aprender a lutar com DEUS.

Hoje falaremos sobre Moises e a preservação do povo de DEUS.

Vamos ver a soberana escolha de DEUS na vida de Moises. DEUS escolhe, protegeu, treinou e chamou Moises para liberta o seu povo que estava escravizado no Egito.

O nosso contexto de hoje e o final da história de José e parte da vida de Moises.

José foi providencialmente colocado por DEUS no Egito para preservação de seu povo, a história nos conta que dentro dos sete anos de seca, que DEUS o havia revelado através do sonho de faraó. Jacó seus filhos e seus parentes vieram habitar no Egito e aquela geração, Continuaram a viver no Egito mesmo depois da grande seca ter acabado mesmo depois da morte de Jacó, Eles não voltaram para a terra que DEUS prometera dar aos patriarcas.

E agora 350 anos haviam passado gerações haviam nascido, crescido e morrido no Egito e qual era a situação do povo de DEUS naquele momento?

Vamos abrir nossas Bíblias em Êxodo e examinar isso 1:7

 

Ex 1:7 
7 E os filhos de Israel frutificaram, aumentaram muito, e multiplicaram-se, e foram fortalecidos grandemente; de maneira que a terra se encheu deles.

 

Os filhos de Israel prosperaram no Egito, O número deles cresceu assombrosamente.

 

Havia abundancia de pasto, o local que fora dado a eles na época de José era propicia ao crescimento econômico, os animais se multiplicaram. Ficaram ricos e abundantes em numero sobre a terra.

 

Mas, qual o número inicial de pessoas, quantas pessoas foram inicialmente para o Egito?

 

Gn 46:27 nos diz vamos ver 

Gn 46:27 E os filhos de José, que lhe nasceram no Egito, eram duas almas. Todas as almas da casa de Jacó, que vieram ao Egito, eram setenta.

70 pessoas inicialmente chegaram no Egito devido aquela grande seca que se abateu na região, mas o texto nos diz que eles se multiplicaram e encheram toda aquela terra. Muita gente nasceu nós acreditamos que eles chegaram ao número de milhões de pessoas encontramos esses indícios para crer nisso em NUMERO 1:45-49

Nm 1:45-49  45 Assim foram todos os contados dos filhos de Israel, segundo a casa de seus pais, de vinte anos para cima, todos os que podiam sair à guerra em Israel; 46 Todos os contados eram seiscentos e três mil e quinhentos e cinqüenta. 47 Mas os levitas, segundo a tribo de seus pais, não foram contados entre eles, 48 Porquanto o SENHOR tinha falado a Moisés, dizendo: 49 Porém não contarás a tribo de Levi, nem tomarás a soma deles entre os filhos de Israel;

 

603.550 HOMENS DE GUERRA ACIMA DOS 20 ANOS ,  fora as mulheres, fora as  crianças e rapazes abaixo de 20 anos, e toda a tribo de Levi a população tinha crescido e prosperado absurdamente. De 70 pessoas, agora era milhões, mas o tempo continuava andando os governantes egípcios  mudavam e o que José tinha feito pelo Egito com o tempo fora se apagando na memória dos novos governantes, tinha sido esquecido, o povo de José não era mais bem visto  e as coisas ficaram cada vez mais difíceis para o povo de DEUS.

Vamos ver isso Êxodo 1:8-11
Ex 1:8-11  8 E levantou-se um novo rei sobre o Egito, que não conhecera a José;

9 O qual disse ao seu povo: Eis que o povo dos filhos de Israel é muito, e mais poderoso do que nós.
10 Eia, usemos de sabedoria para com eles, para que não se multipliquem, e aconteça que, vindo guerra, eles também se ajuntem com os nossos inimigos, e pelejem contra nós, e subam da terra.
11 E puseram sobre eles maiorais de tributos, para os afligirem com suas cargas. Porque edificaram a Faraó cidades-armazéns, Pitom e Ramessés.

O tempo havia passado, os governantes haviam mudado e José havia sido esquecido acreditamos que exista aí um intervalo de 350 anos, 350 anos de boa convivência, de crescimento, de prosperidade até que se levanta um Faraó usado pelo inimigo para tentar destruir o povo de DEUS.

Faraó com estratégia maligna manda que impostos e carga de trabalho sejam abusivamente aumentados. Israel está sobe a mira e o ataque inimigo. Satanás o inimigo por trás das ações queria destruir os descendentes de Abraão. O povo estava sendo perseguido mas vamos ver o que a Bíblia nos diz sobre essas primeiras perseguições ex1:12

Ex 1:12   12 Mas quanto mais os afligiam, tanto mais se multiplicavam, e tanto mais cresciam; de maneira que se enfadavam por causa dos filhos de Israel.

Aquele ataque não surtiu efeito, a bíblia diz que quanto mais os afligiam mais eles se multiplicavam. O inimigo tinha de mudar de estratégia, não estava dando certo e é isso que ele faz. Vamos ler  verso 15 ao 20

 

Gn1:15-20
15 E o rei do Egito falou às parteiras das hebréias (das quais o nome de uma era Sifrá, e o da outra Puá), 16 E disse: Quando ajudardes a dar à luz às hebréias, e as virdes sobre os assentos, se for filho, matai-o; mas se for filha, então viva. 17 As parteiras, porém, temeram a Deus e não fizeram como o rei do Egito lhes dissera, antes conservavam os meninos com vida.
18 Então o rei do Egito chamou as parteiras e disse-lhes: Por que fizestes isto, deixando os meninos com vida?
19 E as parteiras disseram a Faraó: É que as mulheres hebréias não são como as egípcias; porque são vivas, e já têm dado à luz antes que a parteira venha a elas.
20 Portanto Deus fez bem às parteiras. E o povo se aumentou, e se fortaleceu muito.

O que nos vemos no final do versículo 20 e que Mais uma vez a estratégia falhou e o povo continuava crescendo e se fortalecendo.

E o que vamos ver e que o inimigo não parou e lança um novo plano de destruição não mais sorrateiramente como antes, agora explicito em forma de ordens expressas.  Vamos ver verso 22

22 Então ordenou Faraó a todo o seu povo, dizendo: A todos os filhos que nascerem lançareis no rio, mas a todas as filhas guardareis com vida.

O plano era terrível, devastador, cruel, mas DEUS esta no controle, DEUS é soberano e a sua vontade sempre é feita e DEUS age, levantando um homem para livrar seu povo, Moises.

Ex 2:1-5  1 E FOI um homem da casa de Levi e casou com uma filha de Levi. 2 E a mulher concebeu e deu à luz um filho; e, vendo que ele era formoso, escondeu-o três meses. 3 Não podendo, porém, mais escondê-lo, tomou uma arca de juncos, e a revestiu com barro e betume; e, pondo nela o menino, a pôs nos juncos à margem do rio. 4 E sua irmã postou-se de longe, para saber o que lhe havia de acontecer. 5 E a filha de Faraó desceu a lavar-se no rio, e as suas donzelas passeavam, pela margem do rio; e ela viu a arca no meio dos juncos, e enviou a sua criada, que a tomou.

Tanto O pai de Moises, ANRÃO. Quanto A mãe, JOQUEBEDE eram da tribo de Levi.

Observando o contexto fica claro a mão de DEUS trabalhando e salvando aquela criança, aquela criança tinha sido escolhida por DEUS, DEUS tinha um plano para a vida daquela criança e nada poderia atrapalhar os planos de DEUS. E o que vamos ver e que,  o pequeno Moises, que o seu nome significa retirado das aguas, foi adotado pela filha de faraó

Ex 2:5-9  5 E a filha de Faraó desceu a lavar-se no rio, e as suas donzelas passeavam, pela margem do rio; e ela viu a arca no meio dos juncos, e enviou a sua criada, que a tomou. 6 E abrindo-a, viu ao menino e eis que o menino chorava; e moveu-se de compaixão dele, e disse: Dos meninos dos hebreus é este. 7 Então disse sua irmã à filha de Faraó: Irei chamar uma ama das hebréias, que crie este menino para ti? 8 E a filha de Faraó disse-lhe: Vai. Foi, pois, a moça, e chamou a mãe do menino. 9 Então lhe disse a filha de Faraó: Leva este menino, e cria-mo; eu te darei teu salário. E a mulher tomou o menino, e criou-o.

DEUS usou a irmã de faraó para proteger o seu escolhido. DEUS tinha um plano para Moises e ninguém poderia conte-lo. DEUS sabia que o melhor treinamento para Moises naquela ocasião, Era no próprio Egito, pois ele receberia treinamento necessário para enfrentar muitas coisas que viriam pela frente.

Moises receberia treinamento militar, aprenderia a ler e escrever conheceria profundamente a cultura e o costume a qual futuramente, enviado por DEUS iria enfrentar.

O inimigo foi enganado por sua própria astucia, uma vez que faraó estava sendo utilizado como ferramenta de destruição contra o povo de DEUS

Agora ia ser usado para alimentar e educar Moises. A soberania de DEUS e bem patente nesse contexto. Coisa alguma pode impedi-lo de fazer a sua vontade. Nada nem minguem  pode desfazer os SEUS planos.

Aquele garoto escolhido e protegido por DEUS cresceu, e agora com 40 anos (atos 723). Um certo dia ele tenta ajudar um escravo e mata um egípcio. Vamos ver Ex 2:11-22

Ex 2:11-22  11 E aconteceu naqueles dias que, sendo Moisés já homem, saiu a seus irmãos, e atentou para as suas cargas; e viu que um egípcio feria a um hebreu, homem de seus irmãos. 12 E olhou a um e a outro lado e, vendo que não havia ninguém ali, matou ao egípcio, e escondeu-o na areia. 13 E tornou a sair no dia seguinte, e eis que dois homens hebreus contendiam; e disse ao injusto: Por que feres a teu próximo? 14 O qual disse: Quem te tem posto a ti por maioral e juiz sobre nós? Pensas matar-me, como mataste o egípcio? Então temeu Moisés, e disse: Certamente este negócio foi descoberto.

Sabemos que o plano de DEUS era para que ele libertasse o povo da escravidão, mas, não era a hora, a atitude de Moises era precipitada ele tentando defender o povo com suas forças, do seu modo, ele erra e mata um Egípcio e logo depois o seu próprio povo o desconsidera e o repudia.

Moises sabia que seu crime tinha sido descoberto e que era passivo de morte e foge para a terra de Midiã.

 DEUS tem planos para aqueles a quem ELE chama!

Rm 12:2
 E não sede conformados com este mundo, mas sede transformados pela renovação do vosso entendimento, para que experimenteis qual seja a boa, agradável, e perfeita vontade de Deus.

Ao estudarmos essas histórias que são realmente empolgantes não podemos esquecer e ter sempre em mente pelo menos três coisas.


 1- A Bíblia é um livro de acontecimentos históricos verídicos.

2- Precisamos manter a nossa atenção nos atos de DEUS observando o seu caráter e modo de agir.
Conhecer o caráter de DEUS nos fara inevitavelmente conhecer melhor a DEUS para podermos nos relacionar melhor e servir melhor.

 

3- Precisamos sempre ter em mente que o DEUS de hoje é o mesmo DEUS das fantásticas histórias que estamos vendo.

DEUS não muda, DEUS é conhecedor de todas as coisas, DEUS é todo poderoso, DEUS é fiel e DEUS é soberano.

Quando Deus assume o controle de nossas vidas somos conduzidos a uma posição de vencedores:

A declaração de Paulo aos filipenses (4.13) – Com a força que Cristo me dá, posso enfrentar qualquer situação.

A declaração de Pedro ao paralítico na porta do Templo (At 3.6) – Então Pedro disse: – Não tenho nenhum dinheiro, mas o que tenho eu lhe dou: pelo poder do nome de Jesus Cristo, de Nazaré, levante-se e ande.

A resposta de Deus a oração de Paulo durante seu sofrimento (II Co 12.9) – Mas ele me respondeu: “A minha graça é tudo o que você precisa, pois, o meu poder é mais forte quando você está fraco. ” Portanto, eu me sinto muito feliz em me gabar das minhas fraquezas, para que assim a proteção do poder de Cristo esteja comigo.





Pedidos de oração:

 

1 – AÇÕES DE GRAÇA: Pela Encerramento do tema na Mocidade (Jesus Restaura) e a mensagem do Raphael Teixeira; Pelos treinamentos da EBEC no Genibáu e Tapera;

 

2 – ASSUNTOS DA IGREJA: Pelo Pr. Geraldo Fonseca (Esclerose Lateral); Pela aprovação da COELCE sobre a nossa subestação; Pelo CTL: As aulas e perseverança dos alunos; Pelos três Retiros (Casais, Mini-Retiro e Dorcas); Pelo Dia dos Vivos (2 de Novembro): Peça-cantata, 20 mil convites e Evangelismo; Pelo desafio de oração: grupos de oração meia hora antes das programações; Pelo ENCONTRO DO CBD/CTBPL (11/10) com Pr. Bill Cathwell; Pelo Amigos de Sião (04/10) com Rosângela Barreto;

 

3 – INTERCESSÕES: Pelo Consolo na Família da Neíde no falecimento de sua irmã; Pelo Edmílson (Padrasto do Alex): Câncer no Olho; Pela D. Cleide (Graça Tabosa): Tratamento no Fígado;  Pela Graça de Aguiar (Rodolfo) com câncer na perna; Pela Socorro Barreto (aluna da Mônica), com dores crônicas. Pela D. Perpétua (D. Ivone): Idosa com a saúde debilitada; Pelo Bruno (vizinho da Marilene): Em coma; Pelo Romildo, cirurgia para retirada de tumor benigno no estomago; Pelo Sr. Ferreira (Pai do Marden): Tratamento do câncer na próstata;

 

4 – ASSUNTOS GERAIS: Pelo Igor (internado pra tratar um trombo) e André da Lena; Pelo Bruno do Ripardo; Pelo Robson da Roberta. Pelo João Lucas da Mara; Pelo irmão da Dona Catarina, Pedro (Recuperação);  Pela Karine Alves (prima da Simone): Exames para a Cirurgia; Pelo Bebeto (tratamento de surdez); Pela venda do apartamento da Ligy e Alexandre; Pela Denise, da D'Lourdes, por decisão quanto à histerectomia; Pela conversão da D. Leontina (Mãe do Romildo); Pela Liduina Lotfi: tratamento na coluna; 

 

5 – FAMÍLIAS: Pela gravidez da Mairla, Camila Benicio, Emanuelle e Leidiane; Oremos pela conversão dos maridos: Josué (D'Lourdes), Antônio (Roberta), Moacyr (Fátima), Junior (Daniele), Elias (Eudalice) e Rosilton (Sandra); Bebeto (Marlucia) e Francisco (pai da Isis e Petros); Pela dona Marlene (mãe da Fátima Linhares): Conversão; Pela Carmen (tratamento no Joelho); Pelo José Horta, D. Benvinda (parente da D. Ivone); Pelo Ricardo (Emprego); Pelo Jorge Teixeira e o processo contra o trenzinho.

 

© IBFCV • Igreja Batista Fundamentalista Cristo é Vida

Avenida K, nº 911 - Planalto da Barra - Vila Velha - Fortaleza - Ceará - Brasil - CEP 60348-530 - Telefone: +55 85 3286-3330