Igreja Batista Fundamentalista Cristo é Vida

Bíblia Online

[ cristoevida.com ]

  • youtube
  • Instagram
  • twitter

Mensagem Pastoral

IGREJA BATISTA FUNDAMENTALISTA CRISTO É VIDA
www.cristoevida.com


Bartimeu - A Cura do Cego de Jericó


46   E depois, foram para Jericó. E, saindo ele de Jericó com seus discípulos e uma grande multidão, Bartimeu, o cego, filho de Timeu, estava assentado junto do caminho, mendigando. 

47   E, ouvindo que era Jesus de Nazaré, começou a clamar, e a dizer: Jesus, filho de Davi, tem misericórdia de mim. 

48   E muitos o repreendiam, para que se calasse; mas ele clamava cada vez mais: Filho de Davi! tem misericórdia de mim. 

49  E Jesus, parando, disse que o chamassem; e chamaram o cego, dizendo-lhe: Tem bom ânimo; levanta-te, que ele te chama. 

50   E ele, lançando de si a sua capa, levantou-se, e foi ter com Jesus. 

51   E Jesus, falando, disse-lhe: Que queres que te faça? E o cego lhe disse: Mestre, que eu tenha vista. 

52   E Jesus lhe disse: Vai, a tua fé te salvou. E logo viu, e seguiu a Jesus pelo caminho.


            Se a gente lê Mateus 20:29 a 34, havia dois cegos na entrada de Jericó.

            Contudo, Lucas (18:35 a 43) e Marcos descrevem apenas um cego.

            Há propostas absurdas para resolver esse impasse:

            1 - Os evangelistas copiaram de fontes diferentes e não se sabe quantos cegos foram curados. (Isso é inadmissível: 2 Timóteo 3:16-17 e Mateus 5:17 e 18.

            2 – Mateus parece que era vesgo e via tudo em duplicidade. (Isso é piada, os vesgos não vêem em dobro...).

            Porém, há explicações possíveis:

1 - Eles estão descrevendo dois acontecimentos que foram bem parecidos. Realmente Jesus fez uma quantidade enorme de curas por onde passava (João 21:25), quantas vezes ele passou por Jericó que ficava apenas a 25 km de Jerusalém, e passava por ela uma estrada que ligava o norte ao sul de Israel.

2 – Realmente havia dois cegos que foram curados, só que Marcos e Lucas registram a cura apenas de um deles (o mais falante), enquanto Mateus é mais detalhista (ele tinha sido cobrador de impostos) e descreve o evento por inteiro, explicitando que foram dois cegos.

 

            Nós podemos começar a estudar este texto examinando as diferenças e semelhanças entre Bartimeu e nós.

 

I – AS DIFERENÇAS ENTRE BARTIMEU E NÓS

 

1 – ELE ERA COMPLETAMENTE CEGO – VS. 46

            Nós chamamos erradamente de “deficiente físico”. Quando eu estava no seminário, veio um pregador tetraplégico e nos contou sua história, eu passei a ter empatia quanto ao sofrer de uma pessoa deficiente.

 

2 – ELE ERA MENDIGO – VS. 46B

            Naquele tempo (como até bem pouco tempo atrás), os cegos, não podendo trabalhar nem existindo programas de assistência social, eles viviam de mendicância. É humilhante viver assim.

 

3 – ELE ERA MARGINALIZADO – VS. 47-48

            Vivemos numa sociedade hipócrita que fala de igualdade, mas, na verdade, marginaliza as pessoas. Os ex-detentos são marginalizados. As prostitutas, os drogados, os gays, os extravagantes, os pobres, os velhos, os gordos e os deficientes recebem sempre a alcunha de “demais” para justificar a rejeição.

II – AS SEMELHANÇAS ENTRE BARTIMEU E NÓS

            1 – ELE ERA CARENTE DE DEUS: “COMEÇOU A CLAMAR...” – VS. 47

            Textos bíblicos como Romanos 3:23 e Eclesiastes 7:29 nos igualam.

 

            2 – ELE ERA NECESSITADO DE MISERICÓRDIA – VS. 47 E 48

            “As misericórdias do SENHOR são a causa de não sermos consumidos, porque as suas misericórdias não têm fim; 

            Novas são cada manhã; grande é a tua fidelidade” (Lamentações 3:22-23).    

            Bartimeu, apesar de cego e mendigo, tinha conhecimento de Deus, pois ele pede “misericórdia” (é o atributo de Deus por meio do qual Ele não nos dá o que nós merecemos). Romanos 6:23 diz que “o salário do pecado é a morte...”. Somos pecadores e, portanto, merecemos a morte física (Gênesis 2:16-17 – ver 5:5), espiritual (Efésios 2:1-2) e eterna (Apocalipse 20:14-15). Somente a misericórdia de Deus pode nos livrar dos efeitos e da condenação do pecado.

 

            3 – ELE ENFRENTAVA O VAZIO EXISTENCIAL – VS. 49-51

            Havia uma frustração incontida. Aquela era uma de suas dores cruciantes.

            Havia uma insatisfação interior, um sentimento de não-realização na conjuntura da vida. Pobre mendigo, cego, marginalizado, porém ainda com esperança!

            E Jesus é o mesmo, ontem, hoje e sempre, e, ao ser invocado por aquele homem (e por qualquer pessoa, em toda época e em qualquer lugar), faz a mesma pergunta: “Que queres que te faça?” (vs. 51).

ð  De Bartimeu era a persistente solidão, provocada pela cegueira, que o impedia de ser feliz, realizado, de ser completo, aceito, de ter razão a sua existência...

ð  De Bartimeu era a persistente miséria que, provocada pela cegueira, que o impedia de ser pelo menos (e sentir-se) gente...

 

III – HÁ SEMPRE O QUE JESUS PODE FAZER

 

            1 – JESUS TOCA NA FERIDA – VS. 51

            “O que queres que eu te faça?”

            – Por que Jesus nos pergunta o óbvio? (João 5:1-6...): Você realmente quer?

            Isto envolve três coisas: Entender, querer e decidir (vejamos o exemplo do Filho Pródigo – em Lucas 15:18 e 21).

 

            2 –JESUS REQUER UMA IDENTIFICAÇÃO DO MAL QUE NOS DESTRÓI – VS. 51

            “O que queres que eu te faça?” não é um tripudiar a dor alheia, mas uma exigência necessária: Você sabe o que está te matando, acabando sua vida, destruindo você?

            Adão errou quando pôs a culpa em Eva. Eva errou quando culpou a serpente. Não adianta chutar o gato!

 

            3 – JESUS TORNA IMPRESCINDÍVEL A FÉ NELE – VS. 51

            “O que queres que EU te faça?”

            É só Jesus Quem pode perdoar, restaurar, salvar, mudar a história e o destino eterno!

            E em nenhum outro há salvação, porque também debaixo do céu nenhum outro nome há, dado entre os homens, pelo qual devamos ser salvos” (Atos 4:12)

 

            Vejamos esta notícia que saiu no Portal da Globo:

FAMOSO EX-NAZISTA AMERICANO RETIRA TATUAGENS DA FACE APÓS 25 CIRURGIAS

A mudança progressiva até a fase atual

Foto 1 de 9 - Montagem mostra a mudança estética de Bryon Widner após 25 cirurgias para remover as tatuagens do tempo em que ele era skinhead. As intervenções cirurgias levaram 16 meses, e hoje ele vive com a mulher e dois filhos.

O americano Bryon Widner passou 16 anos como ativista skinhead. Era considerado um dos skinheads e pregadores da supremacia branca mais violentos. Integrava o grupo Vinlander Social Club Skinhead Gang, um dos grupos mais violentos dos EUA, e mostrava sua filosofia de vida em diversas tatuagens espalhadas pelo corpo, inclusive no rosto. Em uma reviravolta, aos 32 anos, Widner resolveu mudar de vida.

 Casado e pai de um filho, a história de Widner virou tema de documentário na TV americana. O filme acompanhou todo o processo de mudança e também a retirada de todas as tatuagens. Para isso foram necessárias 25 cirurgias que levaram 16 meses. A última aconteceu em 22 de outubro de 2010.

 A mulher de Widner, Julie, disse que temeu por diversas vezes que se marido fizesse algo e voltasse atrás, dada a dificuldade de apagar todo o passado.

 "Nós deixamos o movimento, criamos uma boa família. Temos muita coisa para viver ainda. Sempre pensava que alguém estava olhando por nós", disse Julie à Associated Press.

 Widner primeiro deixou o movimento e, tatuado, não conseguia arrumar emprego. A decisão de deixar o corpo novamente limpo foi difícil, pois a família precisaria encontrar bons médicos e juntar dinheiro. "Chegou um momento em que eu estava totalmente preparado para jogar ácido no meu rosto [para remover as tatuagens]", disse ele.

 Curiosamente o casal conseguiu ajuda de um ativista negro, Daryle Lamont, que comanda um grupo a favor da igualdade de direitos, o One's People. Lamont indicou organizações e pessoas, incluindo ex-nazistas, que poderiam orientar Widner na nova vida.

Das cirurgias restaram algumas manchas nas mãos e no pescoço de Widner, que hoje tem o rosto limpo e livre de cicatrizes, mas ainda mantém algumas tatuagens nos braços e no peito, que serão removidas em breve.

Bryon, a esposa e o filho de quatro anos

 

A próxima parte do passado que ele deseja apagar são as lembranças das pessoas a quem ele agrediu.  Se cegou, matou ou provocou danos permanentes em alguma das pessoas que ele atacou, ele diz não saber, mas diz que sonha com elas quase todas as noites. 

 Widner ainda sofre de enxaquecas e outras dores, como resultado das cirurgias extensas e dolorosas para remover tatuagens, mas segundo ele, "é um preço pequeno a pagar para ser um humano de novo."

 

O que a imprensa não disse? Como foi que houve essa transformação?

Não falaram que ele e a esposa se converteram a Jesus Cristo, e que foi Jesus Quem mudou as suas vidas!

O ex-nazista é visto fazendo uma oração antes do almoço com seus familiares

 

         4 – JESUS VAI ALÉM DO CONJUNTURAL, ELE MODIFICA O ESTRUTURAL – VS. 52

            Efésios 2:3 a 6.

 

            5 – JESUS RESTAURA, SALVA E FAZ DELE UM DISCÍPULO DE CRISTO – VS. 52

            “E Jesus lhe disse: Vai, a tua fé te salvou. E logo viu, e seguiu a Jesus pelo caminho”. 

            Leiamos 2 Coríntios 5:17.

 


Pr. José Nogueira


2012-01-18 00:0

TV Cristo é Vida - Ao Vivo aos Domingo
Israel 2018

© IBFCV • Igreja Batista Fundamentalista Cristo é Vida

Avenida K, nº 911 - Planalto da Barra - Vila Velha - Fortaleza - Ceará - Brasil - CEP 60348-530 - Telefone: +55 85 3286-3330