Igreja Batista Fundamentalista Cristo é Vida

Bíblia Online

[ cristoevida.com ]

  • youtube
  • Instagram
  • twitter

Mensagem Pastoral

IGREJA BATISTA FUNDAMENTALISTA CRISTO É VIDA
www.cristoevida.com


O Juramento de Rute


CASAMENTO DE GERITZA & JANDERSON
10 de novembro de 2012

Casamento de Geritsa & Janderson

« Álbum de Fotos »

O JURAMENTO DE RUTE

RUTE 1:16-17

 

– Mensagem - Pr. José Nogueira –

 

O Livro de Rute descreve um casamento muito bonito entre um homem de Israel, chamado Boaz, e uma mulher estrangeira chamada Rute.

Vamos conhecer mais sobre esse homem e essa mulher:
Boaz era um homem respeitado em Israel. Sua família era da tribo de Judá. Seus antepassados tinham sido heróis durante o Êxodo, quando Israel saiu do Egito, e também foram homens importantes na conquista da Terra de Canaã.
Boaz foi bisavô do rei Davi, e também entrou na genealogia de Jesus Cristo.
Salomão, trezentos anos depois de Boaz, ao construir o Templo do SENHOR, em Jerusalém, chamou uma das colunas mais importantes daquele lugar sagrado de Boaz.
Boaz foi um homem sério, respeitador, e muito temente a Deus, e sendo também muito trabalhador, era um homem próspero dentro da sociedade judaica.

Rute era uma princesa moabita, uma terra ao sul de Israel. Ela vivia com o seu povo na chamada Terra de Moabe. Era uma moça nobre e muito respeitada.
E, em Moabe, terra da Rute, veio morar uma família judia – que tinha saído de Israel por causa de uma terrível seca. Aquela família judia era composta de Elimeleque e sua esposa Noemi, e dois filhos: Malom e Quiliom. A Bíblia conta que Elimeleque, o pai da família, morreu, deixando a viúva Noemi e seus dois filhos.
As Escrituras relatam que os dois filhos de Noemi se casaram com mulheres moabitas: Rute e Orfa.
Mas, esses dois filhos de Noemi também morreram quando viviam nas Terras de Moabe. Ficando agora três viúvas: A sogra Noemi, e as duas noras: Rute e Orfa.

A história, conforme a Bíblia, é bem resumida (o Livro de Rute tem apenas quatro capítulos). Mas, a História do Povo de Israel registrou um fato importante. Conforme a Tradição Judaica, Rute, antes de casar-se com o filho de Noemi, havia se convertido ao Deus de Israel. Contam que Rute ao conhecer aquela família judia se interessou pela Lei da Moisés.
Conhecendo melhor, então, as Escrituras e o Deus da Bíblia, Rute deixou a idolatria e os costumes religiosos do seu povo, para se dedicar a amar ao Deus de Israel.
Conta essa mesma tradição antiga, que quando o filho de Noemi a pediu em casamento, ela abriu mão de tudo para ser parte do povo de Deus. Renunciou à sua moradia em palácio e vida de princesa, para viver de forma simples e de muitas lutas.

Por isso, anos depois, quando viúva, e diante da decisão de Noemi de voltar para Israel, Rute, sendo livre para fazer sua escolha, ela decidiu ir para Israel com Noemi.
Foi nesse momento que Rute proferiu as lindas palavras de Rute 1: 16 e 17:

16  Disse, porém, Rute: Não me instes para que te abandone, e deixe de seguir-te; porque aonde quer que tu fores irei eu, e onde quer que pousares, ali pousarei eu; o teu povo é o meu povo, o teu Deus é o meu Deus; 
17  Onde quer que morreres morrerei eu, e ali serei sepultada. Faça-me assim o Senhor, e outro tanto, se outra coisa que não seja a morte me separar de ti.
 

Quando Noemi e Rute chegaram a Israel, elas conheceram Boaz, um parente de Noemi, que era solteiro e que muito se interessou por Rute. Essa história na Bíblia é muito bonita, com lições sobre família, casamento e também doutrina.

Boaz , por ser parente, tinha o direito de resgatar a propriedade perdida por Noemi, quando ela e seu marido deixaram Israel. Mas, segundo a Lei de Moisés, esse resgatador (chamado de go’el) das coisas perdidas:
1) Tinha que ser um parente de sangue;
2) Tinha que ter recursos;  e
3) Tinha também que querer resgatar.

Boaz preencheu esses três requisitos para se casar com Rute e resgatar a posse que havia sido perdida. E Boaz se torna um tipo de Cristo que para resgatar o homem perdido:
1) Tinha que ser do mesmo sangue = Cristo se fez homem – João 1:1-3 e 14.
2) Tinha que pagar o preço da redenção = 1 Pedro 1:18-19 diz que o preço da salvação do homem foi o sangue de Jesus; e
3) Tinha que está disposto a fazer o resgate = João 3:16 diz que o SENHOR deu o Seu Filho para morrer pela salvação de todo aquele que crer e confiar somente e exclusivamente nEle.

“Eu sou o bom Pastor; o bom Pastor dá a sua vida pelas ovelhas.
Por isto o Pai me ama, porque dou a minha vida para tornar a tomá-la. 
 Ninguém ma tira de mim, mas eu de mim mesmo a dou; tenho poder para a dar, e poder para tornar a tomá-la. Este mandamento recebi de meu Pai.
As minhas ovelhas ouvem a minha voz, e eu conheço-as, e elas me seguem; 
E dou-lhes a vida eterna, e nunca hão de perecer, e ninguém as arrebatará da minha mão.”
  — João 10:11, 17-18 e 27-28

E como falei o Livro de Rute é rico em doutrinas e ensinos práticos, por isso o Juramento de Rute é um maravilhoso modelo do compromisso de casamento, pois contém Quatro Fundamentos da Aliança Matrimonial.
Assim, Janderson e Geritsa, eu os convido a pensar seriamente nesses Quatro Fundamentos do Compromisso de Casamento que vocês farão a seguir:
 


I – A GRANDE DECISÃO DE UNIR SUAS VIDAS – Vs. 16 A
“Disse, porém, Rute: Não me instes para que te abandone, e deixe de seguir-te; porque aonde quer que tu fores irei eu”
Naquele momento Rute estava fazendo sua decisão de unir-se com o povo do Deus de Israel. Ela poderia dizer não. Mas, ela voluntariamente, decidiu fazer uma aliança de unir-se ao povo de Deus.
Casamento começa com esse pacto de um homem e uma mulher, diante de Deus, de unir suas vidas – Gênesis 2:24. “Portanto deixará o homem o seu pai e a sua mãe, e apegar-se-á à sua mulher, e serão ambos uma carne”.

 

II – O MARAVILHOSO DESEJO DE INTIMIDADE DO CASAL – Vs. 16 B
“ ...e onde quer que pousares, ali pousarei eu”
Casamento é uma sociedade, não uma sociedade comercial, ou apenas social, é uma sociedade de amor, em que ambos se comprometem a viver uma vida a dois. Foi essa a noção que Adão teve ao receber de Deus a sua esposa, em Gênesis 2:23 – “E disse Adão: Esta é agora osso dos meus ossos, e carne da minha carne; esta será chamada mulher, porquanto do homem foi tomada.”
Isto significa presença, con-viver, procurar ter os mesmos sonhos, serem cúmplices de coisas boas, nos projetos, no lazer, nas horas boas e nas más também.

 

III – A SÉRIA CONVICÇÃO DE FÉ – Vs. 16 C
“...o teu povo é o meu povo, o teu Deus é o meu Deus”
Casamento precisa de fé.  Casamento necessita mais de fé do que de amor. Fé em Deus que é bom, que é fiel, que é poderoso para suprir suas necessidades e lhes manter firmes em seus votos.

- O Teu Povo... = Fala de uma nova vida, antes solteiros, agora casados: nosso povo.  O juramento diz meu povo é teu povo, ou seja, agora é o nosso povo, em que começa uma vida de perseverança a dois, de ajuda mútua, de uma nova realidade. Vocês formam uma família, são responsáveis diante de Deus pela felicidade um do outro.

- O Teu Deus... = Fala de consagração. O SENHOR Deus é essencial para o casamento. Deus não é apenas citado numa liturgia, Ele passa a ser o Centro de suas vidas unidas. Josué colocou em termos seríssimos esse relacionamento com Deus:

“14 Agora, pois, temei ao Senhor, e servi-o com sinceridade e com verdade; e deitai fora os deuses aos quais serviram vossos pais além do rio e no Egito, e servi ao Senhor. 
15 Porém, se vos parece mal aos vossos olhos servir ao Senhor, escolhei hoje a quem sirvais; se aos deuses a quem serviram vossos pais, que estavam além do rio, ou aos deuses dos amorreus, em cuja terra habitais; porém eu e a minha casa serviremos ao Senhor. 
16 Então respondeu o povo, e disse: Nunca nos aconteça que deixemos ao Senhor para servirmos a outros deuses; 
17 Porque o Senhor é o nosso Deus; ele é o que nos fez subir, a nós e a nossos pais, da terra do Egito, da casa da servidão, e o que tem feito estes grandes sinais aos nossos olhos, e nos guardou por todo o caminho que andamos, e entre todos os povos pelo meio dos quais passamos. 
18 E o Senhor expulsou de diante de nós a todos esses povos, até ao amorreu, morador da terra; também nós serviremos ao Senhor, porquanto é nosso Deus. 
19 Então Josué disse ao povo: Não podereis servir ao Senhor, porquanto é Deus santo, é Deus zeloso, que não perdoará a vossa transgressão nem os vossos pecados. 
20 Se deixardes ao Senhor, e servirdes a deuses estranhos, então ele se tornará, e vos fará mal, e vos consumirá, depois de vos ter feito o bem”.

E parece que o povo entendeu, pois respondeu a Josué:
“Então disse o povo a Josué: Não, antes ao Senhor serviremos.”
Josué 24:14-21

 

IV – O FIRME PACTO DE PERMANECER CASADO – Vs. 17
“Onde quer que morreres morrerei eu, e ali serei sepultada. Faça-me assim o Senhor, e outro tanto, se outra coisa que não seja a morte me separar de ti”

Como é séria essa aliança diante de Deus. É de tanto seriedade, que em Mateus 19:5-6, Jesus Cristo estabeleceu:
5  E disse: Portanto, deixará o homem pai e mãe, e se unirá a sua mulher, e serão dois numa só carne? 
6  Assim não são mais dois, mas uma só carne. Portanto, o que Deus ajuntou não o separe o homem.
 

Jesus estabeleceu as regras de casamento segundo Deus:
1) Monogâmico: Um homem e apenas uma mulher também.
2) Heterossexual: Um macho e uma fêmea.
3) Fiel: Os dois devem ser fieis a Deus e um ao outro.
4) Unidade: Uma só carne – fala de unidade, amizade, intimidade e companheirismo.
5) Perpetuidade: “Até que a morte os separe... o que ajuntou Deus não o separe o homem”

Eis os fundamentos do Juramento de Rute para um casamento conforme Deus.
Vocês compreendem a seriedade do PACTO DE CASAMENTO, e estão dispostos a fazer o Compromisso do Matrimônio segundo Deus?

COMPROMISSO DO JANDERSON:
GERITSA, EU ACEITO VOCÊ COMO MINHA AMADA ESPOSA, COMO UM PRESENTE DE DEUS PARA MIM.
PORTANTO, EU ME OFEREÇO A VOCÊ COM TUDO QUE EU SOU.
E HOJE, DIANTE DO MEU DEUS, EU ASSUMO O COMPROMISSO SOLENE DE AMAR VOCÊ EM TODAS AS CIRCUNSTÂNCIAS, QUER SEJAM BOAS OU MÁS, FAVORÁVEIS OU NÃO.
DEIXO OS MEUS FAMILIARES E ME UNO A VOCÊ, NUMA UNIÃO PÉRPETUA. 
EU RECEBO HOJE VOCÊ COMO MINHA ESPOSA, E COMPROMETO-ME A SER UM LÍDER AMOROSO, UM MARIDO CRISTÃO, E QUE SÓ A MORTE PODERÁ NOS SEPARAR. AMÉM!


COMPROMISSO DA GERITSA:
JANDERSON, CREIO QUE É AVONTADE DE DEUS A NOSSA UNIÃO.
VOCÊ ME CONQUISTOU COM O SEU AMOR, E VI EM VOCÊ A SERIEDADE PARA ASSUMIR UM COMPROMISSO TÃO SÉRIO DIANTE DE DEUS.
VOU DEIXAR A CASA DE MINHA FAMÍLIA, PARA FORMAR COM VOCÊ UMA NOVA FAMÍLIA CRISTÃ.
ORAREI, ME ESFORÇAREI E DEPENDEREI DE DEUS,  PARA QUE JUNTOS POSSAMOS AMAR E SERVIR AO SENHOR.
PORTANTO, EU ME COMPROMETO DIANTE DE DEUS A RECEBER VOCÊ COMO MEU MARIDO, E SER SUA ESPOSA.
DIANTE DE DEUS, ASSUMO O COMPROMISSO DE SER UMA ESPOSA AMOROSA, AMIGA E FIEL, EM TODAS E QUAISQUER CIRCUNSTÂNCIAS.
EU ME UNO A VOCÊ, E CREIO QUE SÓ A MORTE PODERÁ NOS SEPARAR. AMÉM!


Pr. José Nogueira


2012-11-10 00:0


TV Cristo é Vida - Ao Vivo aos Domingo
Israel 2018

© IBFCV • Igreja Batista Fundamentalista Cristo é Vida

Avenida K, nº 911 - Planalto da Barra - Vila Velha - Fortaleza - Ceará - Brasil - CEP 60348-530 - Telefone: +55 85 3286-3330