Igreja Batista Fundamentalista Cristo é Vida

Bíblia Online

[ cristoevida.com ]

  • youtube
  • Instagram
  • twitter

Mensagem Pastoral

IGREJA BATISTA FUNDAMENTALISTA CRISTO É VIDA
www.cristoevida.com


A Lógica de Jesus


A Lógica de Jesus

20 Depois entrou numa casa. E afluiu outra vez a multidão, de tal modo que nem podiam comer.

21 Quando os parentes de Jesus ouviram isso, saíram para O prender; porque diziam: Ele está fora de Si.

22 E os escribas que tinham descido de Jerusalém diziam: Ele está possesso de Belzebu; e: É pelo príncipe dos demônios que expulsa os demônios.

23 Então Jesus os chamou e lhes disse por parábolas: Como pode Satanás expulsar Satanás?

24 Pois, se um reino se dividir contra si mesmo, tal reino não pode subsistir;

25 ou, se uma casa se dividir contra si mesma, tal casa não poderá subsistir;

26 e se Satanás se tem levantado contra si mesmo, e está dividido, tampouco pode ele subsistir; antes tem fim.

27 Pois ninguém pode entrar na casa do valente e roubar-lhe os bens, se primeiro não amarrar o valente; e então lhe saqueará a casa.

28 Em verdade vos digo: Todos os pecados serão perdoados aos filhos dos homens, bem como todas as blasfêmias que proferirem;

29 mas aquele que blasfemar contra o Espírito Santo, nunca mais terá perdão, mas será réu de pecado eterno.

30 Porquanto eles diziam: Está possesso de um espírito imundo.

Marcos 3:20-35

Uma das coisas que deve nos impressionar na análise dos ensinos de Jesus é a forma como Ele Se colocava diante dos Seus antagonistas. Sua atitude e Sua fala, quando diante de adversários, são aspectos que devem servir para nosso aprendizado cristão e ministerial, caso sejamos chamados para o trabalho em Sua causa.
Ele tinha, para cada situação adversa, uma reação apropriada e bem colocada. Mesmo quando, diante de Pilatos, fica sem Se defender, o Seu silêncio tem um poder maior do que mil palavras. Essa estratégia de discussão de Jesus sem dúvida, oriunda do próprio coração de Deus, que tinha uma hora e um tempo próprios para que a Sua revelação se completasse na cruz.
O texto de hoje é significativo neste aspecto. Diante da acusação que Lhe fazem os que vieram de Jerusalém, associando-O a Belzebu, o príncipe dos demônios (Satanás, o anjo do mal), Ele os enfrenta...

"... E chamando-os a Si, disse-lhes por parábolas:
Como pode Satanás expulsar Satanás?"
Marcos 3:23

Jesus aqui não fugiu ao debate. Não procurou Se omitir. Muito pelo contrário, contra-atacou. Primeiro confundindo-os: se o que resulta de Meus milagres são coisas boas, como posso ser emissário do mal?... Se o que faço é expulsar demônios que estão martirizando pessoas, como posso ser visto como um deles?... Para fulminá-los, enfim, com uma pergunta contundente: Porventura pode "belzebu expulsar belzebu"?...

O que aqueles fariseus estavam fazendo era pecar contra o Espírito Santo, não crendo na revelação de Deus, Jesus Cristo, o Filho de Deus. Daí, sua afirmação final que é reconhecida como a "blasfêmia dos fariseus": todos os pecados podem ser perdoados, menos aquele que se comete contra o Espírito Santo, quando não se crê na revelação de Deus, por afirmar que Jesus fez milagres não com o poder de Deus (através do Espírito Santo), mas que fez os sinais com poderes malignos, de origem diabólica.

A blasfêmia contra o Espírito Santo consiste em declarar que era o Diabo o autor do poder que estava sobre Jesus Cristo, em Sua encarnação.

Hoje em dia as pessoas também deveriam pensar duas vezes (ou mais) antes de fazerem declarações sobre a natureza de Jesus. É indubitável que Ele fez maravilhosos milagres e que agiu de forma sobrenatural. A Bíblia Sagrada explica Quem Ele é, o significado de Seus sinais (Ele é o Messias e Seus sinais comprovam Sua Missão) e o objetivo de Deus:

Diziam-lhe, pois, os outros discípulos: Vimos o Senhor.

Ele, porém, lhes respondeu: Se eu não vir o sinal dos cravos nas mãos, e não meter a mão no Seu lado, de maneira nenhuma crerei.

Oito dias depois estavam os discípulos outra vez ali reunidos, e Tomé com eles.

Chegou Jesus, estando as portas fechadas, pôs-Se no meio deles e disse:

Paz seja convosco.

Depois disse a Tomé:

Chega aqui o teu dedo, e vê as Minhas mãos; chega a tua mão, e mete-a no Meu lado;

e não mais sejas incrédulo, mas crente.

Respondeu-lhe Tomé:

Senhor meu, e Deus meu!

Disse-lhe Jesus:

Porque Me viste, creste? Bem-aventurados os que não viram e creram.

Jesus, na verdade, operou na presença de Seus discípulos ainda muitos outros sinais que não estão escritos neste livro; estes, porém, estão escritos para que creiais que Jesus é o Cristo, o Filho de Deus, e para que, crendo, tenhais vida em Seu Nome.

João 20:25-31


Pr. José Nogueira


2006-01-06 00:0


TV Cristo é Vida - Ao Vivo aos Domingo
Israel 2018

© IBFCV • Igreja Batista Fundamentalista Cristo é Vida

Avenida K, nº 911 - Planalto da Barra - Vila Velha - Fortaleza - Ceará - Brasil - CEP 60348-530 - Telefone: +55 85 3286-3330