Igreja Batista Fundamentalista Cristo é Vida

Bíblia Online

[ cristoevida.com ]

  • youtube
  • Instagram
  • twitter

Mensagem Pastoral

IGREJA BATISTA FUNDAMENTALISTA CRISTO É VIDA
www.cristoevida.com


Minha Mãe Morreu Duas Vezes


MINHA MÃE MORREU DUAS VEZES

 

Nunca pensei que escreveria algo assim. Parece que estou anunciando a morte de minha mãe para aqueles amigos e irmãos que estão distantes e que não podem acompanhar o meu dia-a-dia.

 

Mas não se trata disso especificamente. Contudo, em meio à fragilidade em que minha mãe se encontra de tantas internações, UTI’s, ambulâncias e cuidados, há um fato que deve ser registrado e servir para o louvor e glória de Deus. A Dona Mirtes teve duas paradas cardíacas nestes últimos dias (daí o título), mas resistiu bravamente.

Com seus 83 anos, teve uma trombose intra-cardiaca, está  respirando através de aparelhos, mas ela resiste. Daria para Euclides da Cunha, reescrevendo “Os Sertões”, dizer: “A nordestina é antes de tudo uma forte”.

 

Ontem, dia 12, por volta das 17 horas, ela teve a segunda parada cardíaca. Eu tinha acabado de orar por ela e saído da UTI. Minha irmã Fátima entrou para lhe dar um beijo de despedida. Minutos depois, a Fátima voltou, pálida, dizendo que a mamãe estava morrendo. O Dr. Rinaldo e as enfermeiras correram para fazer a reanimação. Foram minutos de tensão. Esperávamos fora da UTI e aguardávamos as notícias. Uma auxiliar de enfermagem saiu da UTI e minha irmã perguntou o que estava acontecendo. Ela disse que aguardássemos, pois o médico viria dentro de instantes falar conosco. Eu não me contive e segui a enfermeira. Corri pelo corredor e acompanhei-a. Disse o que todo filho adulto, aparentando tranqüilidade, diria: “Como ela está? Como estão os procedimentos? Você pode me falar...” Ela disse, então, que ainda estava tentando reanimá-la. Era grave e que esperássemos. Voltei e fiquei com a Fátima e meu filho Átila, que estava conosco.

 

Espera e mais tensão. Minutos depois, que pareceram horas, a enfermeira responsável pela UTI veio nos dar as boas novas. O coração dela voltou a bater. O estado é gravíssimo. Ela está se mantendo somente com a ajuda dos aparelhos. Poderíamos voltar para casa e, se acontecesse qualquer coisa, nos avisariam.

 

A frase, repetidas tantas vezes, que ela está sobrevivendo somente por causa dos aparelhos tem me provocado uma reflexão.

Eu vivo somente por causa de Deus. Todos só vivem graças a preservação da vida que o SENHOR Deus em Sua graça e misericórdia mantém.

 

O apóstolo Paulo, pregando em Atenas, para uma platéia de filósofos e pensadores cheios de explicações e conjecturas, disse-lhes que em Deus “vivemos, e nos movemos e existimos” (Atos 17:28).

Ele deixa bem claro que a vida física do ser humano também depende de Deus. Nos versículos 25 e 26, deste mesmo trecho de sua mensagem aos gregos, ele havia afirmado peremptoriamente:

“O Deus que fez o mundo e tudo o que nele existe, sendo Ele Senhor do céu e da terra, não habita em santuário feito por mãos humanas.

Nem é servido por mãos humanas, como se de alguma cousa precisasse; pois Ele Mesmo é Quem a todos dá vida, respiração e tudo mais”

 

Mas a verdade de “Pois nEle vivemos, e nos movemos e existimos” , de Atos 17:28, vai muito além da expressão da preservação divina de Sua criação, que fica claríssima em:

 

ð     Seu cuidado com as Suas obras: “O SENHOR é bom para todos, e as Suas ternas misericórdias permeiam todas as Suas obras” (Salmo 145:9)

ð     Em Sua provisão para Suas criaturas: “Todos esperam de Ti que lhes dês de comer a seu tempo. Se lhes dás, eles o recolhem.; se abres a mão, eles se fartam de bens. Se ocultas o Teu rosto, eles se perturbam; se lhes cortas a respiração, morrem, e voltam ao seu pó” (Salmo 104:27-29).

 

Contudo, os três verbos usados pelo apóstolo Paulo, em Atos 17:28, (“Pois nEle vivemos, e nos movemos e existimos”), revelam muito mais do que ser a existência material como dependente de Deus. Cada verbo tem seu sentido específico, e seu auditório composto de filósofos atenienses conhecia  muito bem.

 

             - “Em Deus vivemos”. Ele não usou a palavra BIOS (vida, como em Biologia), pois esta palavra era muito restrita à existência material, ao corpo, ao funcionamento do organismo. Paulo empregou a expressão ZÔMEN (“vivemos”) no sentido bem mais abrangente, envolvia a matéria, mas vai muito além dela. É em, e somente em, Deus que temos VIDA. O Panteísmo pagão da Grécia era uma falácia. Não eram neles que os homens tinham vida. O semi-panteísmo católico-romano é um engano terrível, pois cria uma semi-divindade para cada necessidade do homem (nas dívidas, nas doenças, nas viagens, nos problemas, nos relacionamentos, nas dores, et cétera). Isto é mentira. Rouba a glória de Deus, pois somente nEle vivemos! E o SENHOR disse que a Sua glória não é para ser dada a outrem – Isaías 42:8.

            - “Em Deus nos movemos” – O verbo KINOUMETHA usado aqui era muito usado pelos escritores da Grécia Antiga para expressar os sentimentos, as paixões, nossas volições e emoções. Ou seja, nossa alma depende exclusivamente de Deus. Sem Deus, somos cadáveres, vazios e  frios.

            - “Em Deus existimos” – Aqui está o verbo SER. Em Deus somos. Sem Deus nada somos. Sem Deus somos nada. Sem Deus não somos!

 

Por isso repito: Vivo às custas de Deus. Todos vivem graças a Deus.

 

Pensemos naqueles aparelhos que mantêm viva a minha mãe. Ninguém seria tolo de desligá-los. Eles estão sendo usados, como instrumentos da provisão de Deus,  para mantê-la viva. Todos sabem e confiam naquela instrumentalidade.

E no “aparelho” da graça e misericórdia de Deus que te mantém vivo? Tu crês e agradeces por isso?

 

Agora, o SENHOR Jesus Cristo te oferece algo mais espetacular ainda. Ele nos disse: “Eu vim para que tenham VIDA, e a tenham em ABUNDÂNCIA” (João 10:10).

O ZÔE (a vida) que Ele te oferece é completa: tu passas a ser! É a vida que Ele quer para ti. È a vida que extrapola a ZOÊ (vida) mais completa que qualquer um tenha, pois ainda não é ABUNDANTE. A vida completa aqui e na eternidade só pode ser recebida em Jesus Cristo.

 

Ele é o Bom Pastor do Salmo 23, acerca do qual Davi exclamou:

“O SENHOR é o meu pastor,

Nada me fará falta.

Bondade e misericórdia certamente me seguirão todos os dias da minha vida,

E habitarei na casa do SENHOR para todo o sempre”

 

Sabe por que o homem recebe A VIDA quando recebe a Cristo?

Porque Cristo é VIDA:

“Quando Cristo, que é a nossa vida se manifestar, então vós também sereis manifestados com Ele, em glória” (Colossenses 3:4).

 

Minha mãe, quando estava lúcida, mesmo em meio a tantas dores e aflições, recebeu a Cristo, como Senhor e Salvador de sua vida. Sua vida física se extinguia e sua VIDA PLENA não existia. Jesus veio e lhe deu VIDA ABUNDANTE. Ali mesmo, naquela UTI, Sua Bondade e Misericórdia a acompanham. Ela realiza Seu plano, mostra sua bravura, está unindo sua família e expondo nossa fragilidade. Não são os aparelhos que a seguram, eles apenas são usados por Deus. Deus é Quem está realizando Sua vontade na vida dela. E ela só irá habitar na Casa do SENHOR, quando Ele a chamar.

 

Pr. José Nogueira

Romanos 8:28


Pr. José Nogueira


2007-12-13 00:0

TV Cristo é Vida - Ao Vivo aos Domingo
Israel 2018

© IBFCV • Igreja Batista Fundamentalista Cristo é Vida

Avenida K, nº 911 - Planalto da Barra - Vila Velha - Fortaleza - Ceará - Brasil - CEP 60348-530 - Telefone: +55 85 3286-3330