Igreja Batista Fundamentalista Cristo é Vida

Bíblia Online

[ cristoevida.com ]

  • youtube
  • Instagram
  • twitter

Mensagem Pastoral

IGREJA BATISTA FUNDAMENTALISTA CRISTO É VIDA
www.cristoevida.com


Tudo no Céu é Perfeito e Completo


“O SENHOR É O MEU PASTOR

NADA ME FALTARÁ”

SALMO 23:1

 

 

Foto de parte da família: Em pé: Fátima (filha), Átila (neto), Márcio (neto), Aquino (filho), Nogueira Filho (filho), Daniel (neto), Graça (filha).

Sentadas: Fernanda (filha), Dona Mirtes e Lia (neta)

 

 

            Faz cinco dias que minha mãe adormeceu. Fechou os olhos cansados, com seus oitenta e quatro anos, e foi despertada para uma nova realidade. Deixou para trás a dor, os sofrimentos, os traumas, as preocupações desta vida, e foi levada para o LAR do Céu, onde não há mais dor, nem fadigas da existência terrestre.

 

“Bondade e misericórdia certamente me seguirão todos os dias,

E habitarei na Casa do SENHOR para todo o sempre”.

Salmo 23:6

 

            Lá não há incerteza quanto o amanhã, pois é “para todo o sempre”. Não há tensões do presente porque estar na presença do Todo-Poderoso SENHOR é vivenciar de forma perfeita Sua bondade e misericórdia.

            Minha mãe, a mãezinha como nós seus filhos a chamam, fez a maior decisão de sua vida: Ela clamou em vida pelo Nome de Jesus Cristo. Conforme Romanos 10:13, “todo aquele que invocar o Nome do Senhor, será salvo”. Ela creu em seu coração e confessou isso com seus lábios:

 

“Se com a tua boca confessares a Jesus como Senhor, e em teu coração creres que Deus O ressuscitou dentre os mortos, serás salvo.

Porque com o coração se crê para a justiça, e com a boca se confessa a respeito da salvação”

Romanos 10:9-10

 

            Ela ganhou do Seu Pastor a salvação, e agora, definitivamente, nada mais lhe falta. Ela tem o SENHOR, Que é tudo, logo não precisa de mais nada para a sua salvação eterna.

            No velório, a funerária, de forma desavisada, colocou duas velas elétricas, como decoração religiosa. Conversamos entre família e explicamos que velas acesas representam luz para o morto. E só precisa de luz quem jaz em trevas. Que não era mais o caso de nossa mãe. Pois ela recebeu em sua vida ao Senhor Jesus Cristo que é a Luz do Mundo:

 

“De novo lhes falava Jesus, dizendo: Eu sou a luz do mundo;

quem Me segue não andará nas trevas,

pelo contrário terá a luz da vida”

João 8:12

           

            Dona Mirtes teve, e tem para sempre, a infinita Luz de Deus que expulsa todas as trevas, não precisava, portanto, de luzes humanas para guiá-la ao Céu. Colocar velas era desfazer da iluminação perfeita, espiritual e eficiente, do Senhor Jesus Cristo em sua vida. Ele prometeu “quem Me segue não andará nas trevas, pelo contrário terá a luz da vida”.

            A salvação que Cristo dá ao que nEle crê é perfeita e eterna. Sendo perfeita e eterna, não precisa de coisa alguma, nada pode lhe ser acrescentada nem diminuída.

            Perguntaram-me se haveria missa de sétimo dia. Eu disse que ela não precisava disso. Ela está no Céu, na presença gloriosa do SENHOR Jesus Cristo, que prometeu aos que nEle cressem:

 

“Eu lhes dou a vida eterna, jamais perecerão, eternamente,

e ninguém as arrebatará da minha mão”

João 10:28

 

            Tentar fazer algo para salvar ou melhorar o estado da alma de minha mãe é desfazer da suficiência da salvação prometida pelo próprio Senhor Jesus Cristo, pois Ele sempre promete a perfeição da salvação aos que nEle crêem. Ele afirmou de forma clara e peremptória:

 

“Todo aquele que o Pai Me dá, esse virá a Mim; e o que vem a Mim, de modo nenhum o lançarei fora. Porque desci do céu não para fazer a Minha vontade; e, sim, a vontade dAquele Que Me enviou. E a vontade de Quem Me enviou é esta:

Que nenhum Eu perca de todos os que Me deu;

pelo contrário, Eu o ressuscitarei no último dia”

João 6:37-39

 

            Pagar uma missa em sufrágio da alma da minha mãe seria uma blasfêmia à promessa de Jesus Cristo, o Senhor. Seria duvidar de Sua Palavra. Seria uma arrogância e prepotência sem limites, pois estaríamos dizendo que um homem, ao realizar uma liturgia, faz algo melhor para a salvação de uma pessoa do que o próprio Filho de Deus. Procurar ou fazer algum ritual religioso em prol de minha mãe é o mesmo que chamar Jesus Cristo de incompleto, impotente ou mentiroso. Que o SENHOR Deus nos livre de tal incredulidade!

            A salvação oferecida por Jesus ao que se converte a Ele, crendo e declarando-O como ÚNICO SENHOR e TODO-SUFICIENTE SALVADOR, é completa e não precisa de homens, rituais ou religião. É uma salvação oferecida de graça, pois custou tudo para Deus: o sangue do Senhor Jesus Cristo na cruz do Calvário. Deus pagou o preço, alto demais, para oferecê-la gratuitamente aos homens que cressem:

 

“Porque pela graça sois salvos, mediante a fé; e isto não vem de vós é dom de Deus;

não de obras para que ninguém se glorie.”

Efésios 2:8-9

           

            O preço da salvação foi pago de modo cabal. Todo sacrifício já foi feito. O Cordeiro de Deus foi imolado como substituto perfeito para cobrir totalmente os pecados dos que nEle crêem. A salvação que Deus dá aos crentes é plena, suficiente e completa. Nada mais pode ser feito. Nenhum dinheiro pode ajudá-la ou completá-la. Nenhum homem, nenhum sistema, nenhuma religião, nenhum rito, nada nem ninguém podem cobrar por fazer algo melhor, ou querer de forma prepotente oferecer meios de favorecer uma alma. Este é o terrível pecado da simonia: o homem cobrar por atos de Deus. O apóstolo Pedro condenou tal pecado, quando exortou a Simão:

 

“Pedro, porém, lhe respondeu: O teu dinheiro seja contigo para perdição,

pois julgaste adquirir por meio dele o dom de Deus”

Atos 8:20

 

            É por isso que o mesmo apóstolo Pedro bradou para quem quiser realmente ouvir a Palavra de Deus:

 

“Sabendo que não foi mediante cousas corruptíveis, como prata ou ouro,

que fostes resgatados do vosso fútil procedimento que vossos pais vos legaram,

Mas pelo precioso sangue, como de cordeiro sem defeito e sem mácula, o sangue de Cristo.”

1 Pedro 1:18-19

 

            Dou graças ao SENHOR Deus, que pelo Espírito Santo, fez com que minha mãe abrisse os ouvidos à Palavra de Deus e convertesse seu coração ao Salvador Jesus Cristo. Ao confessá-lO como seu Salvador pessoal, único e todo-suficiente, a mãezinha recebeu a mesma promessa do malfeitor que se arrependeu ao lado de Cristo, na cruz:

 

“Jesus lhe respondeu: em verdade te digo que hoje estarás comigo no Paraíso”

Lucas 23:43

 

            Deus merece a nossa gratidão por tamanha graça. Somente Deus deve receber toda a glória por Sua inefável misericórdia. Apenas Deus, o SENHOR, tem que ser honrado por ter derramado tantas bênçãos e maravilhas em nossa família por ocasião dos últimos sofrimentos e falecimento de nossa mãe.

            A Ele, portanto, toda glória!

 

Pr. José Nogueira


Pr. José Nogueira


2007-12-18 00:0

TV Cristo é Vida - Ao Vivo aos Domingo
Israel 2018

© IBFCV • Igreja Batista Fundamentalista Cristo é Vida

Avenida K, nº 911 - Planalto da Barra - Vila Velha - Fortaleza - Ceará - Brasil - CEP 60348-530 - Telefone: +55 85 3286-3330