Igreja Batista Fundamentalista Cristo é Vida

Bíblia Online

[ cristoevida.com ]

  • youtube
  • Instagram
  • twitter

Missões - TOM
Tempo de Oração por Missões

Celebrando as Promessas de Deus



IGREJA BATISTA FUNDAMENTALISTA CRISTO É VIDA
www.cristoevida.com


2012-11-19 00:00:00

Celebrando as Promessas de Deus

2 Coríntios 1:20


Pr. José Nogueira


IGREJA BATISTA FUNDAMENTALISTA CRISTO É VIDA

MENSAGEM – 18 DE NOVEMBRO DE 2012

CELEBRANDO AS PROMESSAS DE DEUS

2 CORÍNTIOS 1:20

“Porque todas quantas promessas há de Deus, são nEle sim, e por Ele o Amém, para glória de Deus por nós.”

Introdução

É interessantíssimo observar que em tempos difíceis Deus faz promessas. Todo relacionamento de Deus com o homem está baseado em promessas. As promessas de Deus nos dão esperanças, porque Deus é fiel – Tito 1:2

“Em esperança da vida eterna, a qual Deus, que não pode mentir, prometeu antes dos tempos dos séculos”

A primeira promessa na Bíblia está em Gênesis 3:15

João 3:16 é uma maravilhosa promessa.

João 10:27-28 é uma promessa de segurança!

27 As minhas ovelhas ouvem a minha voz, e eu conheço-as, e elas me seguem; 

28 E dou-lhes a vida eterna, e nunca hão de perecer, e ninguém as arrebatará da minha mão.

Também o SENHOR Deus faz promessas em tempos difíceis, como no cerco de Jerusalém, por Senaqueribe, rei da Assíria, em 705 a.C. O rei Ezequias recebeu de Deus, pelo profeta Isaías, tremendas promessas – 2 Reis 19:1 e 6-7 (que se cumpriram literalmente).

2 Coríntios 1:20 é uma celebração das promessas de Deus, pois Deus quer que nós saibamos: 

Primeiro

Deus quer que saibamos que as promessas da Bíblia são dEle mesmo

“Porque todas quantas promessas há de Deus...”

Uma das mais maravilhosas promessas de Deus, na Bíblia, está contida na Nova Aliança, em Ezequiel 36:26

“E dar-vos-ei um coração novo, e porei dentro de vós um espírito novo; e tirarei da vossa carne o coração de pedra, e vos darei um coração de carne.”

Domingo e Irene estavam prontos a se divorciar. Ele bebia muito, maltratava Irene, ameaçava e batia nela. Ele a desprezava – pensava em todas as mulheres, menos nela. A única coisa que sentia por ela era raiva de estar casado com ela.

Irene, por usa vez, odiava Domingo. Pensava em matá-lo, mas não tinha coragem. Sonhava que, um dia, ele, ao dirigir embriagado, caísse  num abismo. Seu carro batesse nas pedras, e explodisse, pegando fogo.

Hoje Domingo e Irene são bem casados. Amam-se. Ele deixou de beber, e ela de odiá-lo. Viram as carências de crianças órfãos, e já criaram 32 crianças. Hoje 11 crianças moram com eles. Um dos seus filhos adotivos já é casado, e tem três filhos e já adotou mais três crianças.

É a promessa de Ezequiel 36:26 se cumprindo, pois, se está na Bíblia, é de Deus! Como é Deus, se cumpre, pois Deus é fiel.

Segundo

Deus quer que saibamos que Suas promessas são muitas

“Porque todas quantas promessas há...”

“Todas quantas” revela que são muitas as promessas de Deus contidas na Bíblia, e elas atendem as nossas maiores e reais necessidades.

Um professor – Conhecimento

Um cientista – Tecnologia

Um economista – Dados e estatísticas

Um investidor – Informações e fontes

Um pecador – Perdão e salvação

E dou-lhes a vida eterna, e nunca hão de perecer, e ninguém as arrebatará da minha mão.” (João 10:28)

Terceiro

Deus quer que saibamos que o cumprir das promessas traz glória ao SENHOR

“ ...para glória de Deus”

O Nome de Deus é glorificado em Suas maravilhosas promessas e na estupenda fidelidade de Deus – 2 Pedro 1:3-4

3 Visto como o seu divino poder nos deu tudo o que diz respeito à vida e piedade, pelo conhecimento daquele que nos chamou pela sua glória e virtude; 

4 Pelas quais ele nos tem dado grandíssimas e preciosas promessas, para que por elas fiqueis participantes da natureza divina, havendo escapado da corrupção, que pela concupiscência há no mundo. 

Vejamos os Salmos, como glorificam o Precioso Nome de Deus, por celebrarem Sua fidelidade – Salmo 115, 116, 117, etc.

Quarto

Deus quer que saibamos que Suas promessas são 100% confiáveis

“...são nEle sim, e por Ele o Amém”

Josué testemunhou que nenhuma das promessas de Deus deixou de ser cumprida – Josué 21:44-45 e 23:14.

Salomão deu o mesmíssimo testemunho – 1 Reis 8:56

A probabilidade de um homem cumprir profecias sobre a primeira vinda de Jesus, é a mesma de seu achar uma moeda de 10 centavos no rio Amazonas. São ao todo 325 promessas, e Jesus cumpriu todas elas: “são nEle sim, e por Ele o Amém”.

Quinto

Deus quer que saibamos que, de uma maneira ou de outra, nós somos instrumentos dessas promessas.

“para glória de Deus por nós”

Deus é fiel a nós, e nos faz fiel a Ele – Jó 1:17-22

17 Estando ainda este falando, veio outro, e disse: Ordenando os caldeus três tropas, deram sobre os camelos, e os tomaram, e aos servos feriram ao fio da espada; e só eu escapei para trazer-te a nova. 

18 Estando ainda este falando, veio outro, e disse: Estando teus filhos e tuas filhas comendo e bebendo vinho, em casa de seu irmão primogênito, 

19 Eis que um grande vento sobreveio dalém do deserto, e deu nos quatro cantos da casa, que caiu sobre os jovens, e morreram; e só eu escapei para trazer-te a nova. 

20 Então Jó se levantou, e rasgou o seu manto, e rapou a sua cabeça, e se lançou em terra, e adorou. 

21 E disse: Nu saí do ventre de minha mãe e nu tornarei para lá; o Senhor o deu, e o Senhor o tomou: bendito seja o nome do SENHOR. 

22 Em tudo isto Jó não pecou, nem atribuiu a Deus falta alguma.

Em um dia de verão, em 1967, minha irmã Kathy e eu resolvemos ir à praia e nadar para aliviar um pouco o intenso calor que fazia. A água estava escura e um tanto quanto lodosa. Sem ao menos checar a profundidade do local, subi em uma balsa que estava ancorada, posicionei os pés bem na borda, respirei fundo e mergulhei com tudo! Minha cabeça bateu com toda força em alguma coisa muito dura, talvez uma pedra, e ouvi um grande estalo. Senti um estranho choque bem atrás do pescoço. Eu estava imersa na água e completamente atordoada. 

Meu corpo foi flutuando, deslocando-se aleatoriamente sem que eu tivesse como comandá-lo. Eu não conseguia chegar à superfície. Meus pulmões gritavam por ar, mas cada vez que eu abria a boca só conseguia "respirar" água.

Então, alguém me pegou e me empurrou em direção à luz e ao ar puro. Era minha irmã. Só me lembro dos meus olhos terem encontrado os dela, após ambas olharmos para os meus braços, que pendiam inertes e boiavam. Eu só consegui dizer:

— Kathy, eu não estou sentindo meu corpo!

Nessa hora, um banhista veio ao nosso socorro, ajudou minha irmã a me colocar em uma bóia e a me retirar da água. Uma ambulância já havia sido chamada, que chegou em seguida.

Dentro de uma hora, eu já estava no pronto-socorro de um hospital. As enfermeiras tiraram meu maiô molhado, meus anéis e minha corrente do pescoço. Minha cabeça pendia ao longo do corpo. Aos poucos fui perdendo a consciência.

Meu acidente de mergulho conduziu-me a um mundo estranho e amedrontador de odores anti-sépticos, tubos e aparelhos. Por vários meses, fiquei deitada em um tipo de prancha com uma lona ao redor. Ali, iam me revezando: eu ficava duas horas virada para cima seguidas por duas horas virada para baixo. O objetivo era evitar as escaras. Porém, infelizmente, não adiantou muito, porque depois de alguns meses eu havia emagrecido tanto, que meus ossos literalmente começaram a perfurar a pele. Decorrente disso, sofri outras cirurgias e fui obrigada a ficar mais tempo na prancha giratória.

Em meio a tudo isso, uma grande depressão instalou-se em minha vida. O tempo todo eu questionava: "Deus, como o SENHOR permitiu que uma coisa dessas acontecesse comigo? Eu já Te conhecia como meu Salvador. Se essa é a Tua forma de responder às orações que fiz, pedindo que me aproximasse de Ti, nunca mais vou orar!"

Eu estava tão aturdida com tudo, que nem me dei conta de que meus amigos tinham feito uma lista de oração de 24 horas, orando por mim sem cessar.

O tempo foi passando. Pouco a pouco, comecei a notar diferenças em minhas reações. Minha raiva começou a diminuir. Minha depressão foi indo embora. Deus revelou-Se a mim de forma muito especial e foi me tornando mais resistente.

Minha atitude em relação à terapia ocupacional tornou-se mais positiva. Semanas antes eu havia me recusado terminantemente a aprender a escrever com um lápis preso em meus dentes. Contudo, minha reação mudou depois que conheci Tom, um tetraplégico, mais paralisado do que eu. Ele era uma pessoa muito animada e alegremente permitia que o terapeuta colocasse o lápis em sua boca. Senti, então, vergonha de minha rabugice e reclamação.

Deus usou as orações de meus amigos e o exemplo de Tom para me mostrar a eterna verdade de Romanos 8.28: "Sabemos que todas as coisas cooperam para o bem daqueles que amam a Deus, daqueles que são chamados segundo o seu propósito". Fui aos poucos percebendo que o conceito de bem que Deus tinha para mim não incluía ficar em pé. As coisas que cooperavam para o meu bem diziam mais respeito a uma atitude de apreciação às pequenas coisas, como a profunda gratidão pelas amizades e um caráter que refletisse paciência, persistência e alegria não dependentes das circunstâncias.

Hoje, mais de 40 anos depois que tudo aconteceu continuo com a mesma visão. Não vou dizer que tem sido fácil. Cada dia, porém, continuo a desfrutar do poder e da força derramadas diariamente por meu Deus. Além disso, Ele sabe exatamente como me sinto. Ele sofreu muito mais do que eu! Jesus transformou Sua cruz em um símbolo de esperança e liberdade. Por que, então, eu não poderia fazer a mesma coisa? Minha cadeira de rodas é a prisão que Deus tem usado para libertar meu espírito.

ð  Sim, Deus nos ama, e, em Seu amor fiel – Romanos 8 :32.

 

ð  E Ele cuidará de nos guiar ao Lar Celestial, usando nossa estadia e caminhada aqui para nos abençoar, nos guiar em Vontade – Josué 23:13-16.

 

PEDIDO DE ORAÇÃO – MISSÕES NO MUNDO

Leiamos a reportagem abaixo e sejamos desafiados a orar pela corajosa Angela Merkel, primeira-ministra da Alemanha – que ela mantenha sua postura conservadora e firme, mesmo na contramão da política mundial.

ANGELA MERKEL CHAMA CRISTIANISMO DE

“RELIGIÃO MAIS PERSEGUIDA DO MUNDO”

Andrew E. Harrod

Numa palestra que deu em 5 de novembro de 2012 num sínodo da Igreja Luterana da Alemanha (Evangelische Kirche Deutschlands ou EKD), a chanceler alemã Angela Merkel recentemente provocou polêmica em toda a Alemanha.

O discurso de Angela na cidade de Timmendorfer Strand, na província alemã de Schleswig-Holstein, incluiu o comentário de passagem de que o “Cristianismo é a religião mais perseguida do mundo”. O governo federal da Alemanha transformou assim a proteção da liberdade religiosa, inclusive a dos cristãos, numa meta da política externa alemã.

O fato de que Angela selecionou de forma especial o Cristianismo desagradou aos defensores dos direitos humanos, conforme notícia da agência noticiosa alemã dapd. Wenzel Michalski, diretor do Observatório dos Direitos Humanos (ODH) na Alemanha, viu o conceito de Angela como “totalmente estúpido”, considerando que toda perseguição religiosa é errada, independente da religião. Wenzel citou os muçulmanos da Birmânia e os judeus do mundo inteiro como exemplos de não cristãos que são vítimas de perseguição.

Um representante da Anistia Internacional também viu a menção de Angela ao Cristianismo como “tola”. Jerzy Montag, um parlamentar do Partido Verde (Die Grüne), de forma semelhante julgou a avaliação de Angela como “equivocada”, considerando que qualquer categorização de perseguição entre as religiões “não é de forma especial útil para combater violações de direitos humanos”.

Heiner Bielefeldt, Inspetor de Liberdade de Religião ou Convicção do Conselho de Diretos Humanos da ONU, ecoou Jerzy ao avaliar a qualificação de Angela do Cristianismo como “de forma especial não útil”. Heiner se expressou como “muito cauteloso” com relação a tais análises quantitativas. “Números de rumores ocasionais” que indicam que há uma perseguição particularmente forte de cristãos “não têm exatidão e evidências suficientes”.

Entretanto, a filial alemã da organização internacional de assistência aos cristãos perseguidos, Portas Abertas, apoiou Angela. Um porta-voz da organização mostrou suas informações de que 80% de todas as pessoas que sofrem perseguição religiosa no mundo inteiro são cristãs, uns 100 milhões de pessoas ao todo. Volker Kauder, presidente do Partido Democrático Cristão e membro do Parlamento, também viu como acurada a atitude de Angela de dar prioridade aos cristãos como vítimas de diversificada perseguição religiosa no mundo inteiro. Para Volker, o simples ato de enumerar regiões tumultuosas do mundo como Egito, Eritreia, Iraque, Nigéria e Síria justifica a declaração de Angela. Volker colocou assim ênfase especial na situação que está piorando para os cristãos em anos recentes em países muçulmanos. O trágico destino desses cristãos, é claro, merece a atenção de outros cristãos na Alemanha.

Angela também recebeu o apoio de Alexander Dobrindt, o colega parlamentar de Volker e secretário-geral da União Social Cristã da Bavária, o partido regional que é irmão do partido nacional União Democrática Cristã. Alexander assim criticou de forma especial os membros do Partido Verde, declarando que a ênfase de Angela nos cristãos não estava de acordo com a “cosmovisão multiculturalista do Partido Verde” em que todas as culturas têm normas fundamentalmente iguais. Para Alexander, os membros do Partido Verde têm mau gosto ao quererem a celebração de feriados islâmicos na Alemanha, mas não quererem dar um centímetro de apoio à proteção dos cristãos no mundo inteiro.

As análises sobre perseguição religiosa no mundo inteiro indicam que Alexander está certo em rejeitar tais equivalências culturais. A classificação feita pela filial alemã de Portas Abertas dos 50 governos no mundo que cometem mais opressão religiosa, por exemplo, enumera quase que exclusivamente nações de maioria muçulmana como a Arábia Saudita e o Irã ou governos marxistas como China e Coreia do Norte. Muitos desses mesmos nomes aparecem regularmente entre os 17 Países de Particular Preocupação citados pela Comissão de Liberdade Religiosa dos EUA por sua repressão. Portanto, os dois maiores inimigos mundiais da liberdade religiosa em geral e do Cristianismo em particular são vários seguidores de Maomé e Marx.

Preocupações políticas práticas exigem que os líderes sempre considerem sensibilidades diplomáticas, mas Alexander, Volker e outros estão certos quando querem que tal sensibilidade não venha à custa da verdade tão necessária para a formação de políticas adequadas. Tal verdade requer, entre outras coisas, mencionar os nomes exatos das vítimas e perpetradores. Numa época em que ideias politicamente corretas estão dominando quase que o mundo inteiro, Angela Merkel, que é filha de um pastor luterano, merece elogio por sua reconfortante honestidade.

Andrew E. Harrod é pesquisador e escritor free-lance e tem um doutorado pela Faculdade de Direito e Diplomacia Fletcher e o título de advocacia pela Faculdade de Direito da Universidade George Washington.

Traduzido por Julio Severo do artigo do Family Security Matters: Angela Merkel Calls Christianity the ‘World’s Most Persecuted Faith’


0





Pedidos de oração:

© IBFCV • Igreja Batista Fundamentalista Cristo é Vida

Avenida K, nº 911 - Planalto da Barra - Vila Velha - Fortaleza - Ceará - Brasil - CEP 60348-530 - Telefone: +55 85 3286-3330