AS APARIÇÕES DE JESUS RESSURRETO
MAIS UMA APARIÇÃO DE JESUS RESSURRETO –AGORA APÓS A SUA ASCENSÃO AO CÉU

 

Concluímos o Estudo Bíblico das dez aparições de Jesus com o corpo ressurreto, durante os 40 dias, desde a Sua Ressurreição (no Domingo da Ressurreição) até o dia de Sua Ascenção ao Céu.

A Primeira Aparição: À Maria Madalena – Marcos 16:9-11.

A Segunda Aparição: Às Mullheres próximo ao Jardim do Túmulo – Mateus 28:5-10.

_A Terceira Aparição: Jesus Aparece aos Discípulos no Caminho de Emaús! – Lucas 24:13-35

A Quarta Aparição: Jesus Aparece a Pedro! – Lucas 24:34 e 1 Coríntios 15:4-5.

A Quinta Aparição: Jesus Aparece a 10 dos 11 Apóstolos! – Lucas 24:36-49; João 20:19-25.

A Sexta Aparição: Jesus Aparece a 11 apóstolos (Tomé Presente) – João 20:26-29.

A Sétima Aparição: Jesus Aparece a 7apóstolos numa Praia do Mar da Galiléia! – João 21:1-14

A Oitava Aparição: Aos Apóstolos e mais de 500 Discípulos na Galiléia! – 1 Coríntios 15:6 e Mateus 28:16-20.

A Nona Aparição: A Tiago, Meio-Irmão de Jesus – 1 Coríntios 5:7

A Décima Aparição: Aos Discípulos por Ocasião da Ascensão ao Céu, no Monte das Oliveiras, em Jerusalém – Atos 1:3-12

 

Dez tremendas e inquestionáveis aparições de Jesus, vitorioso, provando que venceu a morte e que Ele é Senhor!

Particularmente eu penso que o número Dez tem um sentido muito especial, pois sempre está associado às revelações grandiosas e inequívocas de Deus e que exigem uma resposta do homem: De crer e Aceitar e ser Salvo, ou Não Crer, Rejeitar e Perder-se!

Essas Dez Aparições de Jesus têm muito desse significado. O apóstolo Paulo, ao falar do Evangelho, em 1 Coríntios 15:1-11, alistou a realidade da ressurreição de Cristo e atestou que a fé nessa ação de Deus faz parte essencial da fé para a salvação eterna!

Lembramos das DEZ PRAGAS DO EGITO (Êxodo – Capítulos 7 a 12)! Para mostrar Seu poder de salvar, o SENHOR enviou 10 pragas. Para os que creram, foi sinal de proteção, libertação e salvação. Para os que não creram, foi motivo de julgamento e condenação!

Dez foram os Mandamentos entregues a Moisés nas Tábuas de Pedra escritas pelo dedo de Deus, que resumiam a essência do Temor do SENHOR (Êxodo 20 e Deuteronômio 5). Para os que crêem, são motivos de alegria e da segurança em agradar e servir a Deus. Para os que os rejeitam, são a prova da incredulidade e perdição.

 

Creio, por isso, que a escolha de Jesus em aparecer por 10 vezes, naquele período de 40 dias entre Sua ressurreição e ascensão ao Céu. Deus revelou a vitória do Sacríficio Expiatório de Cristo através da Ressurreição: Ele venceu a morte! Ele é o Senhor da Vida! Ele é único que foi revelado como “O Filho de Deus” através da ressurreição poderosa realizada no poder do Espírito Santo (Romanos 1:4). Muito importante observar que, nesste texto de Romanos, as palavras “designado” (Almeida Atualizada) e “declarado” (Corrigida Fiel) são traduções  do termo grego para DISTINGUIDO, ou seja, a ressureição de Cristo O distingue de todos os “salvadores”, “ajudadores”, “mediadores” e “patronos”.

Deus realizou Sua obra sacrificial e revelou ao mundo por meio da ressurreição – agora cabe ao homem responder com fé e aceitação salvadora, ou com incredulidade e perdição.

 

O apóstolo Paulo testemunha que, depois dessas aparições entre a Ressurreição e Ascensão, Jesus apareceu mais uma vez – de uma forma excepcional, a ele:

“7    Depois foi visto por Tiago, depois por todos os apóstolos.

8    E por derradeiro de todos me apareceu também a mim, como a um nascido fora de tempo.

9    Porque eu sou o menor dos apóstolos, que não sou digno de ser chamado apóstolo, pois que persegui a igreja de Deus.”

– 1 Coríntios 15:7-9.

 

Essa aparição está registrada, no Novo Testamento, em Atos 9:1-11; 22:4-11 e 26:9-18. Trata-se do modo como Cristo apareceu a Paulo e transformou a sua vida:

“13   Ao meio-dia, ó rei, vi no caminho uma luz do céu, que excedia o esplendor do sol, cuja claridade me envolveu a mim e aos que iam comigo.

14   E, caindo nós todos por terra, ouvi uma voz que me falava, e em língua hebraica dizia: Saulo, Saulo, por que Me persegues? Dura coisa te é recalcitrar contra os aguilhões.

15   E disse eu: Quem és, Senhor? E Ele respondeu: Eu sou Jesus, a Quem tu persegues!

16   Mas levanta-te e põe-te sobre teus pés, porque te apareci por isto, para te pôr por ministro e testemunha tanto das coisas que tens visto como daquelas pelas quais te aparecerei ainda;

17   Livrando-te deste povo, e dos gentios, a quem agora te envio,

18   Para lhes abrires os olhos, e das trevas os converteres à luz, e do poder de Satanás a Deus; a fim de que recebam a remissão de pecados, e herança entre os que são santificados pela fé em mim.”

Atos 26:13-18

 

Agora, voltando para o texto de 1 Coríntios 15:8, em que Paulo escrevendo aos coríntios, uns 20 anos depois, descreve aquela aparição com uma palavra extremamente importante:  “E por derradeiro de todos me apareceu também a mim, como a um nascido fora de tempo.”

A palavra grega, traduzida por “derradeiro”, é ESKATON que tem o sentido de último, usada no significado de que Paulo é último daqueles que recebeu a aparição de Jesus ressurreto.

Isso nos levará a mais um importantíssimo assunto: A Próxima Aparição de Jesus Ressurreto!

SHABBAT SHALOM!

Um SÁBADO com a maravilhosa e poderosa PAZ de Deus!

Leave a Reply

Deseja receber nossas novidades?

É só cadastrar seu email para receber nossos informativos!